Mercado fechado
  • BOVESPA

    98.672,26
    +591,91 (+0,60%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    47.741,50
    +1.083,62 (+2,32%)
     
  • PETROLEO CRU

    107,06
    +2,79 (+2,68%)
     
  • OURO

    1.828,10
    -1,70 (-0,09%)
     
  • BTC-USD

    21.423,71
    -56,29 (-0,26%)
     
  • CMC Crypto 200

    462,12
    +8,22 (+1,81%)
     
  • S&P500

    3.911,74
    +116,01 (+3,06%)
     
  • DOW JONES

    31.500,68
    +823,32 (+2,68%)
     
  • FTSE

    7.208,81
    +188,36 (+2,68%)
     
  • HANG SENG

    21.719,06
    +445,19 (+2,09%)
     
  • NIKKEI

    26.491,97
    +320,72 (+1,23%)
     
  • NASDAQ

    12.132,75
    +395,25 (+3,37%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,5524
    +0,0407 (+0,74%)
     

Secretária do Tesouro dos EUA prevê desaceleração do crescimento

A secretária do Tesouro americano, Janet Yellen, disse neste domingo que prevê uma desaceleração no crescimento, mas ressaltou que uma recessão não é "inevitável".

"Prevejo que a economia vai se desacelerar", declarou Yellen no programa "This Week", da rede ABC, dias depois de o Federal Reserve (Fed, o Banco Central americano) ter elevado suas taxas de juros de referência.

Mas "não acho que uma recessão seja inevitável, para nada", enfatizou.

A economia dos Estados Unidos se recuperou vigorosamente do impacto da pandemia do coronavírus, mas a inflação galopante e os problemas nas cadeias de suprimentos ampliados pela invasão russa da Ucrânia aumentaram o pessimismo dos consumidores.

bbk/mlm/mr/gm/tt

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos