Mercado abrirá em 3 h 44 min

Secom ameaça jornalista por compartilhar charge contra Bolsonaro

Fabio Wajngarten assumirá o posto de secretário-executivo do ministério das Comunicações (Foto: Andre Borges/NurPhoto via Getty Images)

A Secretaria de Comunicação usou as redes sociais para ameaçar o jornalista Ricardo Noblat, da Veja, e o chargista Renato Aroeira por uma charge do presidente Jair Bolsonaro.

E nos siga no Google News:

Yahoo Notícias | Yahoo Finanças | Yahoo Esportes | Yahoo Vida e Estilo

A imagem foi repostada por várias pessoas na manhã desta segunda-feira, entre elas, o jornalista Ricardo Noblat, que escreveu “caiu na rede” e compartilhou a charge. A imagem coloca o presidente da República pintando a Cruz Vermelha e transformando e uma suástica, símbolo nazista.

A Secom retuitou o post de Noblat e afirmou que o jornalista e o chargista estão “imputando ao Presidente da República o gravíssimo crime de nazismo”. A Secretaria de Comunicação, em seguida, ameaça os dois: “A não ser que provem sua acusação, o que é impossível, incorrem em falsa imputação de crime e responderão por esse crime”.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Leia também

A Secretaria de Comunicação passa a integrar o ministério das Comunicações, criado pelo presidente Jair Bolsonaro e que tem como titular o deputado Fábio Faria, do PSD. Fabio Wajngarten passa, assim, a ser secretário-executivo do novo ministério.

Siga o Yahoo Notícias no Instagram, Facebook, Twitter e YouTube e aproveite para se logar e deixar aqui abaixo o seu comentário.