Mercado fechado
  • BOVESPA

    106.296,18
    -1.438,83 (-1,34%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.889,66
    -130,39 (-0,25%)
     
  • PETROLEO CRU

    83,98
    +1,48 (+1,79%)
     
  • OURO

    1.793,10
    +11,20 (+0,63%)
     
  • BTC-USD

    61.122,01
    +352,11 (+0,58%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.453,34
    -49,69 (-3,31%)
     
  • S&P500

    4.544,90
    -4,88 (-0,11%)
     
  • DOW JONES

    35.677,02
    +73,94 (+0,21%)
     
  • FTSE

    7.204,55
    +14,25 (+0,20%)
     
  • HANG SENG

    26.126,93
    +109,40 (+0,42%)
     
  • NIKKEI

    28.804,85
    +96,27 (+0,34%)
     
  • NASDAQ

    15.324,00
    -154,75 (-1,00%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,5808
    -0,0002 (-0,00%)
     

Sebrae-SP lança programa que capacita startups a captarem investimentos

·2 minuto de leitura

O Sebrae-SP e a aceleradora Ventiur lançaram nesta segunda-feira (20) o Delta Capital, programa para ajudar startups a captarem investimentos. O projeto tem a expectativa de atender gratuitamente 1.000 empresas do estado de São Paulo por dois anos. As inscrições podem ser feitas no site da Delta, onde será preenchido um formulário com dados como nome do participante, da empresa onde trabalha, CPF e CNPJ, segmento de atuação e outros.

Os participantes serão capacitados em três categorias diferentes: eventos, conteúdo e mentorias. A programação inclui encontros com empreendedores e investidores, workshops, além de eventos sobre capital de risco e empreendedorismo. Também vai lançar e-books educacionais, panoramas sobre investimentos e mapeamento de fundos.

Ao serem incluídas no programa, as startups serão divididas em dois grupos. O primeiro conterá as em estágio intermediário, que receberão capacitação em processos internos, vendas, desenvolvimento de marketing e criação de redes de parcerias. Já o segundo terá negócios mais avançados e fornecerá mentoria para se aproximarem a investidores. O curso deve ir até 7 de dezembro.

Imagem: Rawpixel.com/Freepik
Imagem: Rawpixel.com/Freepik

"A Ventiur aplicará uma metodologia de mentoria que tem sido desenvolvida e aprimorada ao longo de oito anos e que já levou à análise de mais de 3 mil startups, com diversos exits [momento de independência financeira de uma startup] bem sucedidos", explica o CEO da Ventiur, Sandro Cortezia.

Apesar do potencial de inovação brasileiro, muitas empresas iniciantes ainda não entendem o beabá do mercado. Segundo uma pesquisa do Sebrae em parceria com a Financiadora de Estudos e Projetos (Finep), 58% das startups desconhecem formas de captação de recursos, como investidor-anjo, semente (seed), capital de risco (venture capital), investimento coletivo (crowdfunding), subvenções e editais. No entanto, 55% delas necessitavam de crédito na pandemia para o desenvolvimento de algum novo produto, serviço ou processo.

Outra lacuna é a escassez de capacitações sobre captação de investimento, pois muitas delas são pagas ou em inglês, o que pode dificultar o entendimento dos empresários brasileiros. "Temos um grande objetivo hoje de fomentar o amadurecimento do ecossistema paulista de startups. O papel do Sebrae-SP é contribuir para que ideias inovadoras se fortaleçam no mercado. E um desses caminhos é preparar as startups para receber investimentos e fazer essa conexão com investidores", destaca o diretor-superintendente do Sebrae-SP, Wilson Poit.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos