Mercado fechado

Se o adaptador do Amazon Echo estragar, não dá para comprar o original no Brasil

Patrícia Gnipper

A Amazon trouxe oficialmente ao Brasil, no início de outubro, seus speakers inteligentes da linha Echo, equipados com a assistente Alexa que, a todo momento, fica mais inteligente e cheia de habilidades para facilitar o dia a dia dos usuários — tudo por meio de comandos de voz. Contudo, a varejista ainda não tem em seu catálogo nacional o adaptador de tomada original dos produtos Echo para quem quiser (ou pior, precisar) comprar um cabo novo, e isso já está gerando problemas.

Pois é: a Amazon, apesar de vender seus speakers Echo no Brasil, ainda não oferece o adaptador original dos aparelhos para ser comprado à parte (na Amazon dos EUA o carregador é vendido por US$ 19,99), e tampouco consegue "dar um jeitinho" para que o usuário o compre paralelamente. Esta foi a experiência que relato nesta matéria: meu Echo Dot parou de funcionar repentinamente, mas, dando uma "torcida" no cabo, algum sinal de vida surgiu, só que não "segurou" por muito tempo. Então, adquirir um adaptador de tomada novo poderia resolver o problema. E foi aí que a "epopeia" começou.

Comprar um "cabo alternativo que sirva"?

Carregador original compatível com o Echo Dot de 3ª geração

Quando vi que realmente não existe no catálogo da Amazon brasileira o adaptador de tomada do Echo Dot (tampouco dos demais Echo) à venda de maneira independente, entrei em contato com o suporte da empresa. Eis que, para minha surpresa, o atendente sugeriu a compra de um "cabo alternativo que sirva" — em suas próprias palavras. Após a negativa quanto a esta ideia que me pareceu absurda, o atendimento prosseguiu dizendo que realmente não seria possível adquirir um carregador do Echo à parte, que, no momento, somente é enviado junto com o próprio aparelho.

A solução oferecida neste primeiro atendimento seria, então, a de devolver o Echo Dot defeituoso (mesmo que o defeito seja apenas em seu cabo, e não no speaker), com o valor da compra sendo estornado para que eu comprasse um novo Echo Dot (novamente, mesmo que o defeito seja apenas no cabo).

Esse processo funcionaria da seguinte maneira: ao abrir o pedido de devolução (coisa feita pelo atendente), o usuário recebe por e-mail as instruções de como proceder; neste mesmo e-mail é enviado o link para a impressão de um código de barras dos Correios, já que este envio entra na modalidade pré-paga (ou seja, pago pela própria Amazon, sem custos para o usuário). Contudo, o próprio cliente deve se locomover até uma agência dos Correios, anexar a nota fiscal de acordo com as instruções exigidas, e colar o código de barras na embalagem. Nada prático para quem só tem um cabo defeituoso e não gostaria de devolver o produto, certo?

Bom, caso isso seja feito, a Amazon confirma o recebimento do produto devolvido assim que ele chegar, e então o cliente dá sequência ao processo de devolução de seu dinheiro, com o qual ele pode escolher comprar um novo Echo, se ainda desejar. Ou seja: se seu adaptador de tomada parar de funcionar, você ficará vários dias (entre o envio do produto, o recebimento dele por parte da Amazon, o estorno do dinheiro, e a entrega de sua nova compra) sem usufruir de seu speaker inteligente equipado com a assistente Alexa — tudo porque não é possível comprar um acessório à parte com a própria fabricante.

Novo contato, nova "solução"

Echo Dot em sua 3ª geração, modelo disponível no Brasil

Insatisfeita, tentei um novo contato com o suporte da Amazon, desta vez já contando que o atendimento anterior sugeriu a compra de um "cabo alternativo" e também contando que a solução encontrada naquela ocasião seria apenas a devolução do produto com o estorno do pagamento.

Fui então transferida, pela primeira vez, a um atendente que faria parte da equipe de suporte especial da linha Echo/Alexa, que, depois de um longo bate-papo em busca de uma saída menos drástica, enfim ofereceu outra possibilidade: a de ignorar a devolução do produto e, como compensação pelo transtorno, aceitar um vale-presente no valor atual do Echo Dot para que pudesse pedir um novo naquele mesmo instante.

Vale ressaltar que tudo isso aconteceu por conta de um cabo que apresentou defeito após algumas semanas de uso, sendo que o speaker em si não era o problema. Era apenas um adaptador de tomada, que não é vendido pela Amazon de maneira independente no Brasil — sabe-se lá por quê. Ou seja: pela falta da oferta de um cabo do Echo, a empresa prefere enviar um novo produto ao usuário que se sentiu lesado, o que é uma solução amigável, de fato, mas tudo poderia ser simplificado caso fosse possível comprar adaptadores de tomada adicionais (e originais) para a linha Echo sem a necessidade de comprar um speaker novo.

A solução definitiva está a caminho

Em contato com o Canaltech, a Amazon, por meio de sua assessoria de imprensa no Brasil, informou que o cabo para alimentar os speakers Echo será oferecido no catálogo nacional muito em breve.

"Sentimos o ocorrido. Até 18 de novembro o cabo para dispositivos Echo estará disponível em nosso site. Em caso de defeito de fabricação, dispositivos Echo possuem garantia e poderão ser trocados sem custo após avaliação do produto defeituoso", declara a companhia.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: