Mercado fechado
  • BOVESPA

    107.735,01
    -3.050,99 (-2,75%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    52.020,05
    -278,15 (-0,53%)
     
  • PETROLEO CRU

    82,54
    +0,04 (+0,05%)
     
  • OURO

    1.786,70
    +4,80 (+0,27%)
     
  • BTC-USD

    62.696,57
    -3.020,73 (-4,60%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.490,75
    -43,90 (-2,86%)
     
  • S&P500

    4.549,78
    +13,59 (+0,30%)
     
  • DOW JONES

    35.603,08
    -6,26 (-0,02%)
     
  • FTSE

    7.190,30
    -32,80 (-0,45%)
     
  • HANG SENG

    26.017,53
    -118,49 (-0,45%)
     
  • NIKKEI

    28.768,40
    +59,82 (+0,21%)
     
  • NASDAQ

    15.412,00
    -66,75 (-0,43%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,5808
    -0,0002 (-0,00%)
     

Se Brasil sediar Mundial de Clubes, Flamengo pode garantir classificação e pegar time da Nova Zelândia na estreia; veja classificados

·2 minuto de leitura

Os planos da prefeitura do Rio de Janeiro em sediar o Mundial de Clubes de 2021 podem facilitar o caminho do Flamengo na busca pelo bicampeonato mundial. Por conta das regras de classificação ao torneio, o rubro-negro tem chances de garantir presença mesmo sem vencer a atual Libertadores, da qual disputa a semifinal contra o Barcelona-EQU.

Pelas regras do torneio, há uma vaga reservada ao atual campeão nacional do país-sede. Bicampeão brasileiro, o Flamengo ocuparia essa vaga, dependendo da data em que o torneio seja realizado e do tempo hábil. O Campeonato Brasileiro tem encerramento previsto para 5 de dezembro, enquanto o Mundial de Clubes ainda não tem data definitiva, mas tradicionalmente ocorre no início do mesmo mês.

Possíveis alterações no calendário e decisões da Fifa podem mudar o cenário, mas há dois precedentes. Quando o torneio foi realizado em países como Qatar e Emirados Árabes, que utilizam calendários semelhantes ao europeu, com início da temporada na metade do ano, a vaga ficou com o atual campeão, mesmo que um novo torneio estivesse em andamento.

Já na última vez em que o torneio teve o Japão como sede, país cuja liga nacional, a J-League, tem calendário anual, semelhante ao do Brasileirão, o anfitrião classificado foi o campeão daquele ano. Isso aconteceu em 2016, quando o Kashima Antlers garantiu a classificação no dia 3 de dezembro, cinco dias antes do início do Mundial.

Coincidentemente, além do Flamengo, o principais candidatos ao título do Brasileirão também são semifinalistas da Libertadores: Atlético Mineiro e Palmeiras. Caso o plano do Mundial no Brasil se concretize, a chance do torneio ter dois representantes brasileiros é grande.

A equipe anfitriã é a única que já tem o adversário definido. Os classificados entrarão ainda na primeira chave de mata-mata, contra o campeão continental da Oceania: o Auckland City, da Nova Zelândia. Para chegar ao título, serão necessárias quatro vitórias, incluindo a decisão.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos