Mercado fechado
  • BOVESPA

    113.282,67
    -781,69 (-0,69%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.105,71
    -358,56 (-0,70%)
     
  • PETROLEO CRU

    73,95
    +0,65 (+0,89%)
     
  • OURO

    1.750,60
    +0,80 (+0,05%)
     
  • BTC-USD

    42.839,75
    -2.055,35 (-4,58%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.067,20
    -35,86 (-3,25%)
     
  • S&P500

    4.455,48
    +6,50 (+0,15%)
     
  • DOW JONES

    34.798,00
    +33,18 (+0,10%)
     
  • FTSE

    7.051,48
    -26,87 (-0,38%)
     
  • HANG SENG

    24.192,16
    -318,82 (-1,30%)
     
  • NIKKEI

    30.248,81
    +609,41 (+2,06%)
     
  • NASDAQ

    15.319,00
    +15,50 (+0,10%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,2556
    +0,0306 (+0,49%)
     

Scooter elétrica mais rápida do mundo, Ola S1 Pro será feita exclusivamente por mulheres

·2 minuto de leitura
Scooter elétrica mais rápida do mundo, Ola S1 Pro será feita exclusivamente por mulheres
Scooter elétrica mais rápida do mundo, Ola S1 Pro será feita exclusivamente por mulheres

A indiana OLA está com uma inciativa, até onde se sabe, inédita no setor: quer criar uma megafábrica na Índia, chamada Futurefactory, empregando exclusivamente mulheres. Elas produzirão a Ola S1 Pro, a scooter elétrica mais rápida do mundo, se sua prima mais humilde, a Ola S1.

O CEO da Ola, Bhavish Aggarwal, lançou um post no blog da empresa detalhando como será a iniciativa.

Aggarwal na fábrica com funcionárias (Imagem: Ola/Divulgação)
Aggarwal na fábrica com funcionárias (Imagem: Ola/Divulgação)

Hoje, estou orgulhoso de anunciar que a Ola Futurefactory será operada exclusivamente por mulheres. Selecionamos o primeiro grupo este fim de semana e, quando estiver em capacidade total, a Futurefactory empregará mais de 10 mil mulheres, fazendo dela a maior fábrica exclusivamente feminina do mundo, e a única facilidade de produção automotiva exclusivamente feminina do mundo.

Essa é a primeira numa série de iniciativas que estamos tomando na Ola para criar uma força de trabalho mais inclusiva e prover oportunidades econômicas para as mulheres em todas as categorias.

(…)

Dar a mulheres oportunidades econômicas melhora não apenas suas vidas, mas de suas famílias e, no final, de toda a comunidade. De fato, estudos mostram que apenas prover às mulheres paridade na força de trabalho pode fazer o PIB da Índia aumentar em 27%.

(…)

A Futurefactory da Ola é um passo em direção de nossa visão para o futuro do mundo – um mundo com mobilidade limpa, uma pegada de carbono negativa, e uma força de trabalho inclusiva. Iremos continuar dando passos que nos levam mais próximos de alcançar cada um desses [objetivos] na Ola e encorajamos outros que quiserem se juntar a nós para acelerarmos o progresso da Índia.

Bhavish Aggarwal, CEO da Ola

A aposta da Ola não é voltada não só a sua Índia natal, onde a demanda por veículos em duas rodas é imensa. É para o o mundo. A empresa já afirmou que pretende fazer, entre seus dois modelos (S1 e S1 Pro), 10 milhões de scooters por ano, provendo 15% de todas as produzidas no planeta.

E o que vai sair dessa linha de montagem? Fazendo 110 km/h, a Ola S1 Pro se anuncia como a scooter elétrica mais rápida do planeta – e, até onde se tem informação, em termos de modelos produzidos em linha, é mesmo. Mas talvez o mais importante seja o preço: sem ainda considerar diferenças de impostos é por volta R$ 9 mil.

Leia mais:

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos