Mercado fechará em 2 h 28 min
  • BOVESPA

    109.409,66
    +1.396,19 (+1,29%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    52.848,47
    +25,24 (+0,05%)
     
  • PETROLEO CRU

    87,66
    +0,70 (+0,80%)
     
  • OURO

    1.842,20
    -1,00 (-0,05%)
     
  • BTC-USD

    43.229,46
    +1.396,16 (+3,34%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.028,23
    +32,97 (+3,31%)
     
  • S&P500

    4.595,45
    +62,69 (+1,38%)
     
  • DOW JONES

    35.463,86
    +435,21 (+1,24%)
     
  • FTSE

    7.572,29
    -17,37 (-0,23%)
     
  • HANG SENG

    24.952,35
    +824,50 (+3,42%)
     
  • NIKKEI

    27.772,93
    +305,70 (+1,11%)
     
  • NASDAQ

    15.281,25
    +247,75 (+1,65%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1240
    -0,0434 (-0,70%)
     

Satya Nadella vende metade de suas ações da Microsoft

·2 min de leitura

Em uma operação estimada em US$ 285 milhões, Satya Nadella, CEO da Microsoft, vendeu 838.584 ações que possuía da companhia. O executivo tinha um total de 1,7 milhão de títulos da empresa. Segundo analistas, o movimento pode estar relacionado com uma decisão do Estado de Washington, que pretende tributar ganhos de capital de longo prazo superiores a US$ 250 mil por ano com 7% de imposto a partir do próximo ano fiscal.

A informação vem de uma notificação enviada à Securities and Exchange Commission (SEC), orgão que equivale à Comissão de Valores Mobiliários (CVM), na semana passada pela Microsoft. Nadella vendeu os papéis em dois dias. Esse é o maior desinvestimento que o CEO já fez. Um comunicado da Microsoft diz que o executivo realizou a operação por "motivo de diversificação e planejamento financeiro pessoal".

Satya Nadella vende ações da Microsoft (Imagem: Divulgação/Microsoft)
Satya Nadella vende ações da Microsoft (Imagem: Divulgação/Microsoft)

Alguns especialistas apontam que a operação é semelhante à realizada por outros executivos, como Elon Musk, CEO da Tesla, que anunciou há poucos dias que se compromete a vender 10% de suas ações. A explicação seria que Musk "estava aproveitando a valorização das ações da empresa".

Ben Silverman, diretor de pesquisas da InsiderScore, avalia que as movimentações ocorrem de forma a manter um equilíbrio. “Os super-ricos são astutos: tentam não afetar negativamente o preço e, ao mesmo tempo, aproveitar o mercado e antecipar mudanças no código tributário.”

Companhia valiosa

O Wall Street Journal lembra que, desde que assumiu a direção da Microsoft em 2014, Nadella a transformou e a tornou uma das mais valiosas do mundo ao promover tendências como a nuvem. Além disso, obteve acordos importantes que levaram muitas organizações a encontrar novas fórmulas para garantir o sucesso do trabalho remoto.

Atualmente, a Microsoft tem capitalização de mercado de US$ 2,53 trilhões. Isso representa um aumento de 780% desde que Nadella foi nomeado CEO da empresa.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos