Mercado abrirá em 58 mins
  • BOVESPA

    108.232,74
    +1.308,56 (+1,22%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.563,98
    +984,08 (+1,98%)
     
  • PETROLEO CRU

    115,37
    +1,17 (+1,02%)
     
  • OURO

    1.834,10
    +20,10 (+1,11%)
     
  • BTC-USD

    30.318,30
    +373,83 (+1,25%)
     
  • CMC Crypto 200

    681,93
    +439,25 (+181,00%)
     
  • S&P500

    4.008,01
    -15,88 (-0,39%)
     
  • DOW JONES

    32.223,42
    +26,76 (+0,08%)
     
  • FTSE

    7.524,23
    +59,43 (+0,80%)
     
  • HANG SENG

    20.602,52
    +652,31 (+3,27%)
     
  • NIKKEI

    26.659,75
    +112,70 (+0,42%)
     
  • NASDAQ

    12.480,25
    +235,50 (+1,92%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,3201
    +0,0396 (+0,75%)
     

Sargento da PM do Acre, que vive trisal, rebate críticas após pedir doações por Pix: 'O amor é um sentimento sublime'

·2 min de leitura

A sargento da Polícia Militar do Acre Alda Radine usou seu perfil numa rede social para fazer um desabafo após receber críticas por pedir doações por Pix. Ela, que é casada com o também sargento Erisson Nery, que está preso acusado de atirar num estudante durante uma briga num bar. Os dois vivem um trisal com Darlene Oliveira e se tornaram conhecidos após começaram a mostrar o dia a dia do relacionamento a três nas redes sociais.

Alda divulgou o número do Pix e pediu doações de R$ 1 a R$ 5, alegando estar passando por problemas de saúde: "Não é o 'Criança esperança', mas é o 'Trisal esperança'. Estamos precisando de verdade". Ela disse que decidiu disponibilizar o Pix porque seguidores perguntam como podem ajudar o trisal e afirmou estar vendendo pertences seus: "Não tenho mais de onde tirar. Quem quiser ajudar, ajuda. Quem não quiser, pode falar mal. E está tudo bem. Nada muda".

Neste domingo, ela voltou à rede social para rebater as críticas que recebeu: "As pessoas podem achar o que elas quiserem, achar que nós não somos dignos de respeito, que nós não merecemos respeito porque nós não nos damos ao respeito. Achar que nós merecemos as piores coisas ou nos desejar as piores coisas. Mas eu quero dizer para vocês que eu desejo a vocês muito amor. Porque quem conhece o amor, ama. E quem ama, não deseja mal a ninguém. Porque o amor é um sentimento sublime".

E finalizou: "Deus, perdoa, porque eles não sabem amar. Então, quando você não sabe amar, você sempre vai ser cruel. Vai ser cruel com o outro. Porque você não sabe sobre amor, você não sabe amar". Alda disse ainda que "uma palavra de benção sincera, um desejo sincero pelo bem de alguém, valem muito mais do que qualquer dinheiro". A sargento agradeceu as doações e disse ainda: "Infinitamente agradeço as orações que foram sinceras, com desejos sinceros de nos ver bem, de nos ver juntos, de ver novamente um sorriso em nossos rostos. Com toda a família junta".

Entenda o caso

Erisson Nery foi preso preventivamente há cerca de um mês. Ele é acusado de balear Flávio Endres Ferreira, de 30 anos, durante uma briga ocorrida num bar em Epitaciolândia, no interior do Acre, durante a Final da Libertadores, em novembro do ano passado. O PM alegou que disparou pois o estudante teria "passado a mão" em Alda.

Nery está preso no Batalhão de Operações Especiais (Bope), em Rio Branco. O inquérito que apura a conduta do agente foi concluído e enviado para a Justiça. Ele foi indiciado por tentativa de homicídio por motivo torpe e sem chance de defesa da vítima.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos