Mercado abrirá em 3 h 38 min

Capital paulista pode ter reabertura parcial de bares e restaurantes já neste final de semana

Desde o final de março, bares e restaurantes paulistas não podem receber clientes em seus espaços internados devido à pandemia do novo coronavírus - Foto: REUTERS/Rahel Patrasso

Mesmo com alto números de casos e mortes provocadas pela pandemia do novo coronavírus, a capital paulista pode ter seus bares e restaurantes reabertos de forma gradual já no próximo final de semana. Há a expectativa de que o governador João Doria (PSDB) anuncie o avanço da capital para a chamada fase amarela do Plano São Paulo. Atualmente, a metrópole se encontra na fase laranja.

"Não consigo cravar porque teremos que ver os números no fim de semana e até quarta [hoje, dia 24]. Não sei se vamos chegar nessa semana ainda [na fase amarela], mas a melhora tem acontecido rumo ao amarelo", disse o secretário de desenvolvimento regional do Estado de São Paulo, Marco Vinholi, em entrevista à TV Globo na ultima segunda-feira (22). A “melhora” citada por Vinholi seria uma queda no número de internações e estabilização no aumento de casos e óbitos na região.

Leia também

De acordo com a TV Globo, a Abrasel (Associação Brasileira de Bares e Restaurante) enviou uma sugestão de protocolo de segurança ao prefeito Bruno Covas (PSDB) para que a reabertura dos estabelecimentos já aconteça no próximo final de semana. Atualmente, bares e restaurantes só podem atuar em regime de delivery.

Segundo o Plano São Paulo, a fase amarela permite o funcionamento parcial dos bares mediante as seguidas condições: funcionamento de salão somente ao ar livre, capacidade total limitada a 40%, horário reduzido (seis horas seguidas) e adoção dos protocolos padrões e setoriais específicos.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Apesar da capital não viver o seu pior momento na pandemia, o estado de São Paulo bateu o recorde de mortes (434) nessa terça-feira (23), o que acende o alerta para o avanço da Covid-19 no interior e para os eventuais perigos de uma flexibilização precoce das medidas de isolamento social.

Nesta quarta-feira (24), o governo Doria anunciou um plano para retomada das aulas presenciais a partir do dia 8 de setembro. Para isso, todas as regiões do estado precisam estar na fase amarela por ao menos quatro semanas.

Siga o Yahoo Notícias no Instagram, Facebook, Twitter e YouTube e aproveite para se logar e deixar aqui abaixo o seu comentário.