Mercado abrirá em 9 h 32 min
  • BOVESPA

    110.611,58
    -4.590,65 (-3,98%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    47.075,41
    +732,87 (+1,58%)
     
  • PETROLEO CRU

    65,47
    +0,42 (+0,65%)
     
  • OURO

    1.686,70
    +8,70 (+0,52%)
     
  • BTC-USD

    53.769,97
    +2.507,75 (+4,89%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.087,07
    +62,86 (+6,14%)
     
  • S&P500

    3.821,35
    -20,59 (-0,54%)
     
  • DOW JONES

    31.802,44
    +306,14 (+0,97%)
     
  • FTSE

    6.719,13
    +88,61 (+1,34%)
     
  • HANG SENG

    28.974,32
    +433,49 (+1,52%)
     
  • NIKKEI

    28.800,81
    +57,56 (+0,20%)
     
  • NASDAQ

    12.442,50
    +145,25 (+1,18%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,9598
    0,0000 (0,00%)
     

Casares segura Diniz, mas vai exigir reação no sábado contra o Coritiba

Jorge Nicola
·2 minuto de leitura
Diniz acumula cinco tropeços consecutivos (Miguel Schincariol/Getty Images)
Diniz acumula cinco tropeços consecutivos (Miguel Schincariol/Getty Images)

O São Paulo cogitou, mas não vai demitir Fernando Diniz do cargo de técnico nesta quinta-feira. A decisão foi tomada nesta manhã pelo presidente Julio Casares, depois de uma série de reuniões, e tem a ver com a falta de opções no mercado e com o respaldo ao treinador dado por Muricy Ramalho, recém-contratado como coordenador de futebol.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Siga o Yahoo Esportes no Google News

“Uma derrota desse jeito é inadmissível. Tomar de cinco só seria aceitável com três jogadores expulsos ou algo do gênero. Por isso, vamos cobrar reação imediata, já no sábado, contra o Coritiba”, afirma o presidente tricolor, em contato com o Blog, referindo-se ao tropeço por 5 a 1 para o Internacional.

Leia também:

Casares estará no CT da Barra Funda à tarde para uma conversa com os jogadores. A irritação é com a comissão técnica, mas também com os atletas, que acumulam cinco tropeços consecutivos - eliminação para o Grêmio na semifinal da Copa do Brasil e um ponto conquistado em 12 disputados no Brasileirão.

A pressão pela demissão de Diniz dentro do Morumbi é gigante. O presidente optou por mantê-lo, mas ninguém banca que ele seguirá no cargo se tropeçar contra o Coritiba, no sábado, em jogo da 32ª rodada da Série A.

Os defensores da dispensa de Diniz entendiam que existem alternativas no mercado, como Diego Aguirre, Juan Carlos Osório, Mano Menezes... Porém, os nomes dos sonhos do presidente sempre foram Miguel Angel Ramirez, que já fechou com o Inter, e Rogério Ceni, atual comandante do Flamengo.

Muricy teve papel importante no “fico” de Diniz. O coordenador tricolor entende que o treinador foi decisivo para que o São Paulo chegasse à reta final do Brasileirão com chances de título.

Siga o Yahoo Esportes no Instagram, Facebook e Twitter

Assine agora a newsletter Yahoo em 3 Minutos