Mercado fechado
  • BOVESPA

    121.880,82
    +1.174,91 (+0,97%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    49.219,26
    +389,95 (+0,80%)
     
  • PETROLEO CRU

    65,51
    +1,69 (+2,65%)
     
  • OURO

    1.844,00
    +20,00 (+1,10%)
     
  • BTC-USD

    50.486,34
    +730,29 (+1,47%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.398,33
    +39,77 (+2,93%)
     
  • S&P500

    4.173,85
    +61,35 (+1,49%)
     
  • DOW JONES

    34.382,13
    +360,68 (+1,06%)
     
  • FTSE

    7.043,61
    +80,28 (+1,15%)
     
  • HANG SENG

    28.027,57
    +308,90 (+1,11%)
     
  • NIKKEI

    28.084,47
    +636,46 (+2,32%)
     
  • NASDAQ

    13.398,00
    +297,75 (+2,27%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,4040
    -0,0085 (-0,13%)
     

São Paulo e Corinthians têm os dois piores custos-benefícios do país

Jorge Nicola
·2 minuto de leitura
Gol do América que eliminou o Corinthians, dono da 3ª maior folha salarial do pais (Fernando Moreno/Agif)
Gol do América que eliminou o Corinthians, dono da 3ª maior folha salarial do pais (Fernando Moreno/Agif)

A palavra “eliminação” tem feito parte frequente dos noticiários de São Paulo e Corinthians, apesar de os dois gigantes do futebol paulista estarem entre os elencos mais caros do país. Nesta quarta-feira, o Tricolor acabou caindo na Sul-Americana, enquanto o Timão ficou pelo caminho na Copa do Brasil.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Siga o Yahoo Esportes no Google News

O time de Fernando Diniz já coleciona três eliminações vexatórias: nas quartas de final do Paulistão para o Mirassol, na fase de grupos da Libertadores e no primeiro mata-mata disputado da Sul-Americana, diante do Lanús, com o gol da desclassificação sofrido aos 47 minutos do segundo tempo.

Leia também:

O Corinthians tem uma queda a menos, mas as duas desclassificações são tão desastrosas quanto. Primeiro, na fase eliminatória da Libertadores, diante do Guarani, do Paraguai. Depois, nesta quarta-feira, diante do América-MG, que integra a segunda divisão do Brasileiro. No Paulista, o Timão perdeu a final nos pênaltis para o Palmeiras.

O que mais chama atenção em São Paulo e Corinthians é que ambos têm folhas salariais pesadas. O Timão é o terceiro que mais gasta com seu elenco, só atrás de Flamengo e Corinthians - o custo mensal gira na casa dos R$ 13 milhões, depois das chegadas de Otero, Cazares e Fábio Santos.

Já o São Paulo é o dono da quinta maior folha salarial do país e gasta aproximadamente R$ 9 milhões. O Grêmio aparece entre corintianos e são-paulinos, com custos na casa dos R$ 10 milhões.

Até o fim da temporada, resta ao Corinthians disputar apenas o Brasileirão, torneio em que aparece na 11ª colocação. O São Paulo é o quinto e tem três jogos a menos do que os líderes, podendo até assumir a ponta. O clube do presidente Leco também segue vivo na Copa do Brasil.

Siga o Yahoo Esportes no Instagram, Facebook e Twitter

Assine agora a newsletter Yahoo em 3 Minutos