Mercado fechado

Santos tem proposta da Arábia Saudita por Soteldo

Jorge Nicola
·1 minuto de leitura
Soteldo chegou em janeiro de 2019, mas até agora o Huachipato não pagou qualquer centavo (Ivan Storti/Santos)
Soteldo chegou em janeiro de 2019, mas até agora o Huachipato não pagou qualquer centavo (Ivan Storti/Santos)

Um dos mais importantes jogadores do Santos, Soteldo pode ser vendido. O Blog apurou que o Peixe recebeu neste sábado proposta pelo venezuelano de um time da Arábia Saudita - o nome do interessado não foi revelado.

A primeira oferta foi de US$ 8 milhões (R$ 44,2 milhões), mas acabou prontamente recusada. Os sauditas acenaram com a possibilidade de aumentá-la para US$ 10 milhões (R$ 55,3 milhões). “Vamos analisar os números”, afirmou Orlando Rollo, presidente do Peixe.

A contratação de Soteldo é um dos maiores problemas do Santos hoje em dia. Na terça-feira, inclusive, o clube será mais uma vez proibido de inscrever novos jogadores por causa da dívida relacionada a Soteldo com o Huachipato, do Chile.

O Santos comprou 50% de Soteldo em janeiro do ano passado por US$ 3 milhões, mas não recebeu qualquer centavo até agora. Para piorar, no início deste ano, o Atlético-MG tentou adquirir 100% do atleta. José Carlos Peres se recusou a vendê-lo e se viu obrigado a comprar os outros 50% por US$ 6 milhões.

Ou seja, o Santos hoje deve US$ 9 milhões ao Huachipato, que cobra pouco mais de US$ 11 milhões com juros e correção monetária - é provável que os chilenos abram mão dos US$ 2 milhões em caso de pagamento à vista.

Desta maneira, se vender Soteldo por US$ 10 milhões, o Peixe vai correr enorme risco de não ficar com mais do que US$ 1 milhão. Porém, se não negociá-lo, ficará impedido de contratar atletas pelas próximas três janelas de transferência.