Mercado fechará em 4 h 50 min
  • BOVESPA

    104.087,12
    +1.862,86 (+1,82%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    49.492,52
    -1.132,48 (-2,24%)
     
  • PETROLEO CRU

    72,40
    +4,25 (+6,24%)
     
  • OURO

    1.788,40
    +0,30 (+0,02%)
     
  • BTC-USD

    57.308,91
    +2.968,31 (+5,46%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.439,25
    -16,16 (-1,11%)
     
  • S&P500

    4.594,62
    -106,84 (-2,27%)
     
  • DOW JONES

    34.899,34
    -905,06 (-2,53%)
     
  • FTSE

    7.149,06
    +105,03 (+1,49%)
     
  • HANG SENG

    23.852,24
    -228,28 (-0,95%)
     
  • NIKKEI

    28.283,92
    -467,70 (-1,63%)
     
  • NASDAQ

    16.243,25
    +192,25 (+1,20%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3120
    -0,0365 (-0,57%)
     

Santos oficializa Edu Dracena como novo executivo de futebol

·1 min de leitura


O Santos oficializou a chegada do ex-jogador Edu Dracena como novo executivo de futebol do clube na tarde desta quarta-feira. Ele já começou os trabalhos com o grupo e vai acompanhar o elenco na partida contra o Fluminense, na Vila Belmiro, pelo Brasileiro e estará presente todos os dias no CT Rei Pelé, nos jogos e apoiará o time com sua experiência e liderança.

Na zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro, a diretoria começou a se movimentar para evitar um rebaixamento inédito do Alvinegro. Na terça-feira, desligou André Mazzuco e Jorge Andrade dos seus cargos de executivo de futebol e gerente de esportes, respectivamente.

O presidente do Santos, Andres Rueda, destacou como ponto fundamental para a sua escolha a grande experiência que acumulou como jogador e, mais recentemente, como gestor, tendo uma ótima interlocução com atletas. Também citou seu espírito de liderança e seriedade.

Edu falará em coletiva de imprensa nesta quarta-feira, às 16 horas, com transmissão ao vivo pelo YouTube e Facebook do Santos FC

Como jogador, Dracena chegou ao Santos em 2009 vindo do Fernerbahçe, da Turquia, sob desconfiança por conta de problemas físicos. Mas com bom futebol, logo ganhou a titularidade e a tarja de capitão da equipe. O zagueiro ficou no Peixe até o final de 2014 e foi um dos líderes do Santos nesses cinco anos em que atuou na Vila Belmiro. Além da Libertadores, venceu o Paulista três vezes, a Copa do Brasil e a Recopa. Com a camisa alvinegra fez 227 jogos e marcou 17 gols.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos