Mercado fechado
  • BOVESPA

    122.038,11
    +2.117,50 (+1,77%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    49.249,02
    +314,11 (+0,64%)
     
  • PETROLEO CRU

    64,82
    +0,11 (+0,17%)
     
  • OURO

    1.832,00
    +16,30 (+0,90%)
     
  • BTC-USD

    57.876,51
    -1.384,43 (-2,34%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.480,07
    +44,28 (+3,08%)
     
  • S&P500

    4.232,60
    +30,98 (+0,74%)
     
  • DOW JONES

    34.777,76
    +229,23 (+0,66%)
     
  • FTSE

    7.129,71
    +53,54 (+0,76%)
     
  • HANG SENG

    28.610,65
    -26,81 (-0,09%)
     
  • NIKKEI

    29.357,82
    +26,45 (+0,09%)
     
  • NASDAQ

    13.715,50
    +117,75 (+0,87%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3651
    -0,0015 (-0,02%)
     

Santos encara o Barcelona (EQU) na fase de grupos da Libertadores

·2 minuto de leitura

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O Santos encara o Barcelona (EQU) nesta terça-feira (20), às 19h15, na Vila Belmiro, em estreia na fase de grupos da Copa Libertadores da América. O time brasileiro precisou passar por duas etapas preliminares em sistema de mata-mata para se juntar aos 32 times do torneio continental. Até agora, o Santos está invicto na competição. Atual vice-campeão e dono de três troféus da Libertadores, a equipe dirigida por Ariel Holan tem o retrospecto de duas vitórias e dois empates. Contra o Deportivo Lara, da Venezuela, ganhou por 2 a 1 na Vila Belmiro e empatou por 1 a 1 fora de casa. Diante do San Lorenzo, venceu por 3 a 1, na Argentina, e empatou por 2 a 2 em Brasília (DF). Na estreia no Grupo C, encara um adversário contra o qual tem vantagem no retrospecto -três vitórias, um empate e uma derrota. As lembranças recentes, porém, não são favoráveis ao Santos. Pelas quartas de final da Libertadores de 2017, o Alvinegro arrancou um empate por 1 a 1 no Equador, mas perdeu por 1 a 0 na Vila Belmiro e foi eliminado do torneio. O Santos ainda vive em momento de reconstrução do time em relação à temporada passada. Com um novo treinador -o argentino Ariel Holan é o sucessor de Cuca-, o time alvinegro perdeu jogadores importantes, como o zagueiro Lucas Veríssimo e o meia Diego Pituca. Além disso, tem baixas importantes por lesão (Sandry, Jobson, Carlos Sanchez e Raniel). Com 11 jogos na temporada 2021 -nove deles dirigidos por Holan-, o Santos vem em um bom momento na Libertadores, mas coleciona instabilidade no Campeonato Paulista. O torneio tem sido usado para a utilização de promessas das categorias de base, já que está sendo disputado simultaneamente à Libertadores. Para encarar o Barcelona (EQU), porém, Holan deve voltar a mexer no time que empatou com o San Lorenzo há uma semana. Vinicius Balieiro pode retornar ao time para reforçar a marcação no meio-campo. Outra possibilidade é o recuo de Soteldo, com a entrada de Lucas Braga no lado esquerdo do ataque. Dessa forma, Felipe Jonatan retorna para a lateral esquerda, enquanto Pará atuará na direita. No ataque, Kaio Jorge já voltou a atuar, mas a vaga de centroavante deve permanecer com Marcos Leonardo. Marinho, principal estrela do time santista, está confirmado entre os titulares. SANTOS João Paulo; Pará, Kaiky, Luan Peres, Felipe Jonatan; Alison, Gabriel Pirani, Soteldo; Marinho, Marcos Leonardo, Lucas Braga (Vinícius Balieiro). T.: Ariel Holan BARCELONA (EQU) Javier Burrai; Mario Pineida, Fernando León, Williams Riveros; Byron Castillo, Nixon Molina, Bruno Piñatares, Michael Hoyos, Emmanuel Martínez, Damián Díaz; Carlos Garcés. T.: Estádio: Vila Belmiro, em Santos (SP) Horário: 19h15 desta terça-feira Juiz: Andrés Matonte (URU)