Mercado fechado
  • BOVESPA

    121.880,82
    +1.174,91 (+0,97%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    49.219,26
    +389,95 (+0,80%)
     
  • PETROLEO CRU

    65,51
    +1,69 (+2,65%)
     
  • OURO

    1.844,00
    +20,00 (+1,10%)
     
  • BTC-USD

    48.195,77
    -2.148,87 (-4,27%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.398,33
    +39,77 (+2,93%)
     
  • S&P500

    4.173,85
    +61,35 (+1,49%)
     
  • DOW JONES

    34.382,13
    +360,68 (+1,06%)
     
  • FTSE

    7.043,61
    +80,28 (+1,15%)
     
  • HANG SENG

    28.027,57
    +308,90 (+1,11%)
     
  • NIKKEI

    28.084,47
    +636,46 (+2,32%)
     
  • NASDAQ

    13.398,00
    +297,75 (+2,27%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,4040
    -0,0085 (-0,13%)
     

Santos empata com Botafogo e volta atenções para Libertadores

·3 minuto de leitura

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Poupando titulares para decidir a vaga na fase de grupos da Libertadores, o Santos não passou de um empate sem gols contra o Botafogo de Ribeirão Preto, na Vila Belmiro, neste sábado (10), pelo Campeonato Paulista. A partida marcou o retorno das equipes ao Estadual. O Paulista estava suspenso no estado desde o meio de março, quando o governo de São Paulo atendeu a um pedido do Ministério Público. Desde antes do anúncio oficial, feito pelo governador João Doria (PSDB), a Federação Paulista de Futebol (FPF) e os clubes se mobilizaram de diversas formas para tentar garantir a continuidade do torneio e reverter a decisão estadual. Primeiro, tentaram, com inúmeras reuniões, fazer com que o governo voltasse atrás na decisão. Chegaram, inclusive, a ameaçar ir à Justiça por isso, pauta que causou divisão entre os clubes da Série A1 e não avançou. A solução foi tentar driblar o período de suspensão em São Paulo levando jogos para outros estados. Mas alguns governos, como de Minas Gerais e do Espírito Santo, não aceitaram recebê-los. A federação conseguiu realizar apenas duas partidas, uma do Palmeiras e outra do Corinthians, em Volta Redonda, no Rio de Janeiro. A cidade recebeu investimentos em leitos de UTI como contrapartida. Para conseguir devolver o futebol ao estado de São Paulo, a FPF teve que reformular seus protocolos sanitários e atender às demandas do Ministério Público. Entre as mudanças, está a concentração de jogadores em quartos individuais e maior frequência de testagem. O uso de máscara passou a ser obrigatório para todos os atletas, comissão técnica e equipe de arbitragem na entrada em campo. Aqueles que estão no banco de reservas devem mantê-las. Técnicos podem retirá-las para passar instruções, como fez Argel Fucks, do time do interior, ao longo do jogo. O próximo jogo do Santos é contra o San Lorenzo, pela terceira fase preliminar da Libertadores, em partida até o momento programada para acontecer às 21h30 da próxima terça-feira (13), no estádio Mané Garrincha, em Brasília --o duelo foi transferido para a capital federal antes da liberação do governo de São Paulo. Após vencer na Argentina por 3 a 1, o time do técnico Ariel Holan está perto da vaga na fase de grupos da competição. Depois, na sexta-feira (16), o time visita a Ponte Preta, às 20h, pelo Paulista. Com o empate contra o Botafogo, a equipe santista perdeu a chance de assumir a liderança provisória do Grupo D. Estacionou nos seis pontos, em segundo. SANTOS John; Sandro (Vinícius Balieiro) (Copete), Luiz Felipe, Alex e Jhonnathan; Kevin Malthus, Lucas Lourenço e Jean Mota (Renyer); Ângelo, Bruno Marques (Kaio Jorge) e Allanzinho (Lucas Venuto). Técnico: Ariel Holan. BOTAFOGO-SP Igor; Rodrigo, Victor Ramos, Fabão e Pará; Emerson (John Everson), Victor Bolt (Matheus Santos), Renatinho (Michel); Dudu (Luketa), Neto Pessôa (Kaio Magno) e Richard. Técnico: Argel Fuchs. FICHA TÉCNICA Santos 0 x 0 Botafogo-SP Motivo: 9ª rodada do Campeonato Paulista Data: 10 de abril de 2021 (sábado) Horário: 22h Local: Vila Belmiro, em Santos (SP) Árbitro: Adriano de Assis Miranda Assistentes: Daniel Luis Marques e Luiz Alberto Andrini VAR: Raphael Claus Cartões amarelos: Luiz Felipe (Santos); Victor Ramos e John Everson (Botafogo-SP)