Mercado fechado
  • BOVESPA

    119.646,40
    -989,99 (-0,82%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    45.125,71
    -369,70 (-0,81%)
     
  • PETROLEO CRU

    53,28
    +0,30 (+0,57%)
     
  • OURO

    1.870,50
    +30,30 (+1,65%)
     
  • BTC-USD

    34.794,93
    +394,95 (+1,15%)
     
  • CMC Crypto 200

    689,20
    -11,41 (-1,63%)
     
  • S&P500

    3.851,85
    +52,94 (+1,39%)
     
  • DOW JONES

    31.188,38
    +257,86 (+0,83%)
     
  • FTSE

    6.740,39
    +27,44 (+0,41%)
     
  • HANG SENG

    29.962,47
    +320,19 (+1,08%)
     
  • NIKKEI

    28.523,26
    -110,20 (-0,38%)
     
  • NASDAQ

    13.299,50
    +314,00 (+2,42%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,4058
    -0,0928 (-1,43%)
     

Santos elimina LDU em jogo marcado por confusão, juiz agredido e 22 minutos de acréscimo; entenda

Nathalia Almeida
·2 minuto de leitura

Foi com muito mais sofrimento do que o torcedor imaginava, mas o Santos, no sufoco, garantiu sua classificação às quartas de final da Conmebol Libertadores. Após vencer a LDU por 2 a 1 na altitude de Quito - com uma atuação praticamente impecável e sem erros -, o Peixe passou longe de repetir o mesmo nível de atuação, passando enormes apertos na Vila Belmiro. A derrota por 1 a 0, no entanto, foi suficiente para assegurar o Peixe na próxima fase pelo critério do gol fora.

Com a bola rolando, tivemos um jogo bem abaixo da média por parte do Alvinegro, dando sinais de desgaste e tentando 'administrar' a vantagem conquistada no Equador desde a primeira etapa. Mas o destaque negativo da partida ficou a cargo de seu desfecho: aos 53' do segundo tempo - dois minutos além do acréscimo que havia sido dado pelo árbitro Nestor Pitana -, um encontrão violento entre o atacante Christian Cruz e o goleiro John deu início a uma confusão generalizada.

FBL-LIBERTADORES-SANTOS-LIGA | AMANDA PEROBELLI/Getty Images
FBL-LIBERTADORES-SANTOS-LIGA | AMANDA PEROBELLI/Getty Images

Entre trocas de socos e empurrões que envolveram até mesmo jogadores reservas dos dois times, sobrou até para o árbitro da partida, que tentou apartar a confusão e acabou saindo dela com o lábio cortado. No fim das contas, saldo de três cartões vermelhos na Vila Belmiro: o volante Lucas Villarruel e o atacante Rodrigo Aguirre, da LDU; e o zagueiro Luiz Felipe, do Santos. Um membro da comissão técnica alvinegra também foi expulso.

22 minutos de acréscimos?

FBL-LIBERTADORES-SANTOS-LIGA | NELSON ALMEIDA/Getty Images
FBL-LIBERTADORES-SANTOS-LIGA | NELSON ALMEIDA/Getty Images

Os seis minutos de acréscimo originais dados por Nestor Pitana acabaram se transformando em 22: o apito final da partida aconteceu somente aos 112', afinal, o cronômetro seguiu rolando durante toda a confusão e durante o período em que o argentino foi ao VAR para checar os principais envolvidos na briga generalizada. Árbitro experiente e que já apitou final de Copa do Mundo, Pitana teve sua atuação muito criticada nas redes sociais, por ter 'perdido a mão' na Vila e esticando demais o jogo sem necessidade.

Classificado às quartas de final, o Santos agora aguarda a definição do confronto entre Club Guaraní (PAR) e Grêmio para conhecer o seu adversário. O Tricolor Gaúcho venceu o jogo de ida no Paraguai por 2 a 0.