Mercado fechado

Sandra Annenberg diz que tricô tem sido 'quase uma terapia' durante a pandemia

·1 minuto de leitura
*ARQUIVO* SÃO PAULO, SP, 20.01.2016 - A jornalista e apresentadora Sandra Annenberg. (Foto: Marcus Leoni/Folhapress)
*ARQUIVO* SÃO PAULO, SP, 20.01.2016 - A jornalista e apresentadora Sandra Annenberg. (Foto: Marcus Leoni/Folhapress)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Sandra Annenberg, 52, falou sobre seu hobby de quarentena nesta quarta-feira (26), durante o programa Encontro com Fátima Bernardes. A jornalista tem aproveitado o tempo em casa para resgatar um prazer antigo: tricotar:

"Um pouquinho antes da pandemia, tive uma vontade de voltar a fazer algum trabalho manual, que eu gosto muito. Digo 'voltar a fazer' porque lembrei que quando era adolescente, aprendi a tricotar. Mas, na verdade, eu só sabia tricotar coisas retas -cachecóis, basicamente", afirmou a apresentadora.

Com a pandemia, Annenberg procurou aulas online e voltou ao tricô, chegando a criar uma blusa, cuja foto ela publicou em seu perfil no Instagram. "É quase uma terapia para mim. Diria que uma meditação. Gosto de pensar nessas metáforas: você pode errar na vida [...] só que, no tricô, você pode voltar, desfazer, recomeçar", disse, mostrando um tricô que ela "desfez" para criar uma nova peça.

A atividade também é uma forma de passar mais tempo perto da filha, Elisa. Na reportagem, as duas aparecem tricotando juntas.