Mercado fechado
  • BOVESPA

    110.035,17
    -2.221,19 (-1,98%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    44.592,91
    +282,64 (+0,64%)
     
  • PETROLEO CRU

    61,66
    -1,87 (-2,94%)
     
  • OURO

    1.733,00
    -42,40 (-2,39%)
     
  • BTC-USD

    45.279,92
    -1.675,88 (-3,57%)
     
  • CMC Crypto 200

    912,88
    -20,25 (-2,17%)
     
  • S&P500

    3.811,15
    -18,19 (-0,48%)
     
  • DOW JONES

    30.932,37
    -469,64 (-1,50%)
     
  • FTSE

    6.483,43
    -168,53 (-2,53%)
     
  • HANG SENG

    28.980,21
    -1.093,96 (-3,64%)
     
  • NIKKEI

    28.966,01
    -1.202,26 (-3,99%)
     
  • NASDAQ

    12.905,75
    +74,00 (+0,58%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,7583
    +0,0194 (+0,29%)
     

Samsung trapaceia em fotos da Lua com o Galaxy S21 Ultra? Entenda o caso

Diego Sousa
·3 minuto de leitura

Em 2019, houve muita polêmica envolvendo o chamado "Modo Lua" do P30 Pro, o qual estaria adicionando texturas extras e um filtro para forjar imagens quase perfeitas da Lua — de fato, como uma câmera de celular consegue fotografar objetos de tão longe com tamanha precisão? Na época, a própria Huawei afirmou que o recurso usa aprendizado de máquina para reconhecer um cenário e otimizar o foco e a exposição para melhorar os detalhes.

Bom, parece que a história vem se repetindo, agora com o Galaxy S21 Ultra. O jornalista Raymond Wong do site InputMag conversou com alguns dos maiores criadores de conteúdo do mundo para investigar o Zoom Espacial de 100x do Galaxy S21 Ultra, que estaria entregando imagens da Lua "fora da realidade".

O consenso é que a Samsung adicionou, sim, alguns truques no modo Zoom Espacial do aparelho que faz com que a Lua fique tão detalhada como destacado pela própria fabricante e pelas análises publicada até agora.

De acordo com os inúmeros testes feitos com o aparelho, o S21 Ultra só consegue fotografar a Lua com o Otimizador de Cena ativado. O recurso, também presente nos modelos mais antigos, identifica o cenário, como pessoas, comida, paisagem, e Lua (no caso do S21 Ultra), e aprimora os detalhes da imagem de acordo com as capacidades de IA do aparelho.

Alguns relatos suspeitam que esse Otimizador de Cena poderia adicionar elementos extras às imagens ao identificar o cenário Lua, como texturas e até mesmo fotos falsas. Nesse caso, foram feitos alguns testes tentando "enganar" o recurso, usando alguns objetos em formato de lua para identificar alguma possível confusão, mas não foi encontrada nenhuma alteração.

Reportagem tentou "confundir" o recurso Otimizador de Cena, mas não encontrou alterações nos resultados (Imagem: Reprodução/InputMag)
Reportagem tentou "confundir" o recurso Otimizador de Cena, mas não encontrou alterações nos resultados (Imagem: Reprodução/InputMag)

O jornalista Max Weinbach também tentou procurar o APK da câmera do S21 Ultra para descobrir possíveis texturas de Lua, o que explicaria as imagens bastante detalhadas, mas também não encontrou qualquer evidência.

Galaxy S21 Ultra vs. Sony A7R III: qual fotografa melhor a lua?

Outro teste feito pela publicação comparou as imagens da Lua do Galaxy S21 Ultra com as de uma câmera profissional com lente de 200-600 mm, a Sony A7R III. Na teoria, a resposta estaria na ponta da língua, já que a câmera profissional possui peças específicas para este tipo de fotografia, não é? Bom, surpreendentemente, as câmeras do celular da Samsung junto ao auxílio de inteligência artificial conseguiram resultados ligeiramente melhores.

Esquerda: Galaxy S21 Ultra no modo Zoom Espacial de 100x / Direita: imagem cortada da câmera profissional (Imagem: Reprodução/InputMag)
Esquerda: Galaxy S21 Ultra no modo Zoom Espacial de 100x / Direita: imagem cortada da câmera profissional (Imagem: Reprodução/InputMag)

Então... É fake ou não?

No final, a matéria concluiu que o Galaxy S21 Ultra não forja imagens da Lua adicionando texturas e filtros, mas há um pós-processamento agressivo nas fotos. A própria Samsung confirmou que utiliza recursos de inteligência artificial no pós-processamento, mas essa prática é comum em praticamente todos os smartphones mais atuais.

A matéria completa na íntegra está disponível no site Input Mag.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: