Mercado fechado
  • BOVESPA

    121.801,21
    -1.775,35 (-1,44%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.195,43
    -438,48 (-0,85%)
     
  • PETROLEO CRU

    68,21
    +0,06 (+0,09%)
     
  • OURO

    1.812,90
    -1,60 (-0,09%)
     
  • BTC-USD

    39.799,30
    +1.357,82 (+3,53%)
     
  • CMC Crypto 200

    981,48
    +54,71 (+5,90%)
     
  • S&P500

    4.402,66
    -20,49 (-0,46%)
     
  • DOW JONES

    34.792,67
    -323,73 (-0,92%)
     
  • FTSE

    7.123,86
    +18,14 (+0,26%)
     
  • HANG SENG

    26.426,55
    +231,73 (+0,88%)
     
  • NIKKEI

    27.718,16
    +134,08 (+0,49%)
     
  • NASDAQ

    15.096,25
    +22,75 (+0,15%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1178
    -0,0005 (-0,01%)
     

Samsung quer brigar com a Apple por espaço em lojas da LG

·2 minuto de leitura
Samsung quer brigar com a Apple por espaço em lojas da LG
Samsung quer brigar com a Apple por espaço em lojas da LG

O acordo costurado entre Apple e LG para que a empresa sul-coreana comece a vender iPhones, iPads e outros produtos nas mais de 400 lojas LG Best Shops espalhadas pelo país parece ter incomodado (ou assustado?) a Samsung. Nesta sexta-feira (25/06), surgiu a informação de que a marca, antes rival ferrenha da LG, agora quer unir forças para não perder o mercado.

A ideia seria basicamente a mesma apresentada pela Apple aos executivos da LG: utilizar o espaço físico das lojas, que em breve ficarão sem estoque dos celulares da marca, para disponibilizar aos clientes o Galaxy S21 e outros modelos da família, rivalizando, assim, com os iPhones e iPads no mesmo “campo de batalha”.

As lojas LG Best Shops já anunciaram que começarão a vender produtos da Apple a partir de 1º de agosto e, por conta disso, a Samsung sabe que não há mais tempo a perder. A procura pela LG para tentar selar uma negociação similar é vista como um último recurso da Samsung, que estaria “engolindo seu orgulho” em pedir auxílio a uma eterna rival.

Obstáculos

Antes de efetivamente ser selada, a possível parceria entre Samsung e LG para colocar produtos à venda na mesma loja que também terá dispositivos Apple terá obstáculos a superar. Mesmo que o já citado orgulho seja “engolido”, dois pontos podem impedir o acordo de ser firmado.

O primeiro deles é a resistência da National Mobile Telecommunications Distribution Association. A agência está preocupada com o fato de que as redes de distribuição de pequeno e médio porte poderão ter uma enorme queda nas vendas se as lojas da LG concentrarem produtos das principais marcas do mercado.

O segundo ponto é dentro da própria Samsung. A empresa conta com sua rede de varejo, a Samsung Digital Plaza, que concentra um terço de suas vendas em smartphones. Ter que dividir essa receita com as lojas da LG, e com a concorrência da Apple, é algo que não pareceu agradar a essa parcela de executivos de negócios da Samsung.

Via Sam Mobile

Imagem: Vadim/iStock

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos