Mercado fechará em 2 h 17 min

Samsung promete mais versões “Fan Edition” de seus celulares premium

Rubens Eishima
·3 minutos de leitura

Durante o evento Samsung Unpacked extra de 2020, no qual anunciou o celular Galaxy S20 FE, a fabricante sul-coreana assumiu um compromisso de lançar mais “edições para fãs” de seus aparelhos topo de linha.

A linha deve substituir os modelos “Lite” lançados no começo deste ano — Galaxy S10 Lite e Note 10 Lite. Assim como os modelos Lite, o S20 FE inclui as principais especificações do modelo original, com alguns recursos alterados, geralmente voltados para a redução de custo, caso do acabamento traseiro em plástico, da tela com resolução menor e que não se estende para as laterais do celular.

"Como uma homenagem aos nossos fãs Galaxy, estamos definindo um novo padrão de fazer as inovações dos topos de linha acessíveis ao máximo de pessoas possível. E nós vamos continuar a lançar Fan Editions de nossos dispositivos premium ao longo dos anos", anunciou Clare Hunter, gerente da marca.

Origem explosiva

O Galaxy S20 FE não é o primeiro modelo da marca a receber o sufixo. Antes dele, a Samsung lançou o Galaxy Note FE, lançado em julho de 2017 para eliminar o estoque do modelo Galaxy Note 7. O topo de linha foi lançado em agosto de 2016 e logo foi alvo de um recall após diversos casos de aparelhos que explodiram, o que rendeu até restrições de uso do celular em voos.

A Samsung aproveitou as unidades produzidas do Note 7, recondicionou os celulares — adotando uma bateria com capacidade reduzida e medidas de segurança — e relançou o modelo quase um ano depois como o Galaxy Note Fan Edition, oferecido em alguns países.

Galaxy Note FE foi a solução encontrada pela marca para não jogar fora o estoque do Note 7 (imagem: Samsung)
Galaxy Note FE foi a solução encontrada pela marca para não jogar fora o estoque do Note 7 (imagem: Samsung)

Estratégia lucrativa

O lançamento de versões FE de seus aparelhos topo de linha pode ser interpretada de diversas maneiras, incluindo, claro, o reconhecimento à dedicação dos fãs. Uma análise mais fria pode atribuir o lançamento a uma possível venda do S20 original abaixo das expectativas e a necessidade de gerar interesse em um "novo modelo" para dar vazão a estoques excedentes de componentes — como no caso extremo do Note 7.

Outra leitura possível é que o lançamento de uma edição de despedida pode manter o aparelho em linha, contando que o status de novidade evite a desvalorização do modelo no varejo. O Galaxy S10 Lite, por exemplo, chegou ao mercado com preços acima dos praticados nos modelos "não lite", mas no caso do modelo o valor cobrado acabou caindo rapidamente, talvez por influência de ter sido lançado poucos dias antes da linha S20.

O anúncio do compromisso com os fãs pode ser visto por volta de 1h2min15s do vídeo de transmissão do Unpacked:

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: