Mercado abrirá em 2 h 2 min
  • BOVESPA

    110.249,73
    +1.405,98 (+1,29%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.828,13
    +270,48 (+0,53%)
     
  • PETROLEO CRU

    71,61
    +1,12 (+1,59%)
     
  • OURO

    1.774,40
    -3,80 (-0,21%)
     
  • BTC-USD

    42.109,95
    -1.310,08 (-3,02%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.050,33
    -13,52 (-1,27%)
     
  • S&P500

    4.354,19
    -3,54 (-0,08%)
     
  • DOW JONES

    33.919,84
    -50,63 (-0,15%)
     
  • FTSE

    7.065,36
    +84,38 (+1,21%)
     
  • HANG SENG

    24.221,54
    +122,40 (+0,51%)
     
  • NIKKEI

    29.639,40
    -200,31 (-0,67%)
     
  • NASDAQ

    15.074,50
    +50,50 (+0,34%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1807
    +0,0016 (+0,03%)
     

Samsung pode trazer Exynos com AMD para linha Galaxy A

·3 minuto de leitura

A próxima geração de chipsets da Samsung, conhecida até o momento como Exynos 2200, já balançou concorrentes e usuários por marcar o retorno da AMD aos celulares em parceria com a gigante sul-coreana. A GPU da nova plataforma empregará uma versão adaptada da microarquitetura RDNA 2, conhecida como mRDNA, e herdará de PCs e consoles muitos dos recursos de ponta vistos em hardware recente.

Como o nome sugere, a solução deve ser dedicada a celulares topo de linha, incluindo o especulado Galaxy S22, e entregar um nível de performance bastante avançado frente a concorrentes do mundo Android. No entanto, é possível que a gigante sul-coreana esteja planejando expandir o projeto da nova GPU para mais faixas de preço, como indica novo rumor divulgado nesta semana.

Exynos com AMD pode chegar à linha Galaxy A

Segundo informações publicadas na plataforma Clién, pela mesma fonte dos vazamentos do Exynos 2200, a Samsung estaria desenvolvendo variantes do novo Exynos dedicadas a smartphones intermediários. Serão duas versões: uma com 4 Unidades Computacionais (CUs) para celulares mais premium e outra com 2 CUs para aparelhos básicos. Em comparação, o chip topo de linha deverá contar com 6 CUs.

Além do Exynos 2200, a Samsung estaria preparando mais dois processadores com GPUs da AMD para celulares intermediários (Imagem: Divulgação/Samsung)
Além do Exynos 2200, a Samsung estaria preparando mais dois processadores com GPUs da AMD para celulares intermediários (Imagem: Divulgação/Samsung)

Essas GPUs simplificadas estariam atingindo clocks altos, na casa de 1 GHz, e curiosamente não estariam sofrendo com gargalo térmico como o irmão mais poderoso, perdendo apenas 10% de desempenho após testes prolongados. O motivo estaria na CPUem vez do núcleo Cortex-X2 de máximo desempenho, o processador empregaria o Cortex-A78 de alta performance.

O processamento gráfico não chegaria ao nível de topo de linha, mas seria mais que suficiente para intermediários. Ainda segundo o rumor, duas fabricantes chinesas já estariam negociando o uso da versão com 4 CUs, e considerando rumores antigos, é possível que a Vivo seja uma delas. Por fim, o ponto mais interessante é que a Samsung deve trazer esses chips para a linha Galaxy A.

O Galaxy A53 e o Galaxy A73, supostos sucessores do A52 e A72, são os principais candidatos a receber os novos Exynos com AMD Radeon (Imagem: Divulgação/Samsung)
O Galaxy A53 e o Galaxy A73, supostos sucessores do A52 e A72, são os principais candidatos a receber os novos Exynos com AMD Radeon (Imagem: Divulgação/Samsung)

A família intermediária da marca é bastante popular por equilibrar desempenho e recursos em um preço relativamente baixo, e a estreia das GPUs AMD Radeon pode torná-los uma opção ainda mais atraente. Não são citados quais modelos receberiam a novidade, mas acredita-se que o Galaxy A53 e o Galaxy A73, supostos sucessores do Galaxy A52 e Galaxy A72, poderiam ser os escolhidos, levando em conta o posicionamento mais premium de ambos.

Chipset impressiona em supostos testes de desempenho

O mesmo usuário publicou nesta semana novos detalhes do desempenho do Exynos 2200. A plataforma parece ter apresentado melhorias em comparação aos primeiros resultados vazados e agora sofre com gargalo térmico de cerca de 25% em testes gráficos, contra 30% dos relatos iniciais. Os ganhos seriam reflexo de melhor otimização e drivers mais maduros.

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

O ponto mais interessante é que, apesar dos gargalos, a próxima plataforma da Samsung assumiria com folga o topo do ranking de desempenho entre os celulares Android, até mesmo encostando no A15 Bionic da Apple, que será oficializado na próxima semana junto ao iPhone 13. A solução seria até 62% mais potente que o Exynos 2100, mesmo quando comparados os números sem gargalos do atual processador topo de linha da marca.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos