Mercado abrirá em 6 h 6 min
  • BOVESPA

    122.937,87
    +1.057,05 (+0,87%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    49.371,98
    +152,72 (+0,31%)
     
  • PETROLEO CRU

    66,53
    +0,26 (+0,39%)
     
  • OURO

    1.869,20
    +1,60 (+0,09%)
     
  • BTC-USD

    44.956,55
    +844,69 (+1,91%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.249,87
    +51,96 (+4,34%)
     
  • S&P500

    4.163,29
    -10,56 (-0,25%)
     
  • DOW JONES

    34.327,79
    -54,34 (-0,16%)
     
  • FTSE

    7.032,85
    -10,76 (-0,15%)
     
  • HANG SENG

    28.573,71
    +379,62 (+1,35%)
     
  • NIKKEI

    28.406,84
    +582,01 (+2,09%)
     
  • NASDAQ

    13.412,00
    +108,50 (+0,82%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,4294
    +0,0195 (+0,30%)
     

Samsung pode lançar celular que dobra em três e suporta a S Pen

Diego Sousa
·2 minuto de leitura

A Samsung é a principal fabricante de celulares dobráveis atualmente e possui em seu portfólio os dois conceitos mais comuns do segmento: o que se abre em formato de concha, em forma do Galaxy Z Flip; e o que se desdobra como um livro, caso do Z Fold 2. Nesta quinta-feira (22), a marca sul-coreana patenteou outro design de smartphone flexível, desta vez sobre um dispositivo que se dobra em três.

A patente, solicitada em setembro de 2020 e aprovada somente agora na Organização Mundial de Propriedade Intelectual (WIPO), descreve, em 52 páginas documentos e esboços, um celular dobrável que consiste em uma tela dividida em três: a principal, a maior, e duas auxiliares de tamanhos reduzidos, que poderiam ser dobradas para dentro como uma janela.

A documentação aponta que a Samsung poderia utilizar esse formato de duas formas: a primeira seria com o painel flexível para fora, como o primeiro Huawei Mate X, o que poderia ser mais arriscado devido à exposição do display o tempo todo a possíveis quedas ou arranhões acidentais; a segunda, mais segura, seria utilizá-lo voltado para dentro, para que o próprio corpo do dispositivo proteja a tela.

(Imagem: Reprodução/LetsGoDigital)
(Imagem: Reprodução/LetsGoDigital)

Independentemente da opção escolhida, haveria uma espécie de vão entre as partes de tela auxiliares para a S Pen, caneta stylus da Samsung. Por não haver nenhum compartimento dedicado para o acessório, assim como o presente na linha Galaxy Fold, o smartphone viria com ímãs capazes de detectar a força magnética da S Pen, reconhecendo automaticamente quando o produto estiver preso ao aparelho.

Os ímãs adicionais também serviriam para recarregar a caneta S Pen — no caso do acessório estiver presa corretamente no celular, o Modo de Carregamento Rápido seria ativado. Para carregar normalmente, basta a caneta fazer contato com o smartphone. Na prática, essa solução para a caneta stylus deve garantir um armazenamento.

Voltando para o aparelho, internamente é possível observar duas câmeras frontais sob a divisão de tela principal, um alto-falante embutido no display e um módulo fotográfico duplo na parte traseira.

(Imagem: Reprodução/LetsGoDigital)
(Imagem: Reprodução/LetsGoDigital)

Quando?

Como se trata de uma patente, infelizmente não há como afirmar quando (ou se) a Samsung lançará um smartphone dobrável que se divide em três partes. Atualmente, a fabricante está com as atenções voltadas aos novos modelos flexíveis das linhas Galaxy Z Flip e Z Fold, previstos para o Galaxy Unpacked do segundo semestre deste ano. Os aparelhos não sofreriam muitas mudanças no design, mas o Z Fold 3 suportaria a caneta S Pen, inédito na família.

Continue acompanhando o Canaltech para não perder nenhuma novidade!

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: