Mercado abrirá em 8 h 54 min
  • BOVESPA

    108.402,27
    +1.930,35 (+1,81%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    47.354,86
    +631,43 (+1,35%)
     
  • PETROLEO CRU

    90,62
    -0,14 (-0,15%)
     
  • OURO

    1.786,40
    -0,40 (-0,02%)
     
  • BTC-USD

    23.830,78
    +526,02 (+2,26%)
     
  • CMC Crypto 200

    557,00
    +14,13 (+2,60%)
     
  • S&P500

    4.140,06
    -5,13 (-0,12%)
     
  • DOW JONES

    32.832,54
    +29,07 (+0,09%)
     
  • FTSE

    7.482,37
    +42,63 (+0,57%)
     
  • HANG SENG

    20.247,70
    +201,93 (+1,01%)
     
  • NIKKEI

    28.026,95
    -222,29 (-0,79%)
     
  • NASDAQ

    13.218,00
    +34,75 (+0,26%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,2097
    +0,0003 (+0,01%)
     

Samsung oferece peças e ferramentas de auto-reparo para celulares e tablets

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Samsung oferece peças e ferramentas de auto-reparo para celulares e tablets (Foto: Getty Images)
Samsung oferece peças e ferramentas de auto-reparo para celulares e tablets (Foto: Getty Images)
  • O recurso é oferecido através de uma parceria entre a Samsung e a iFixit;

  • Os usuários terão acesso a componentes e ferramentas oficialmente sancionados e guias para orientá-los no processo;

  • A seleção inicial é limitada a tela e baterias, portas de carregamento e vidro traseiro

Quatro meses após a Samsung anunciar uma parceria com a iFixit para o desenvolvimento de um programa de auto-reparo de celulares e tablets, o serviço está finalmente disponível. Agora, os proprietários poderão consertar seus próprios aparelhos comprando componentes e ferramentas oficialmente sancionados e guias para orientá-los no processo.

A seleção inicial é limitada a tela e baterias, portas de carregamento e vidro traseiro, com preços que variam entre US$ 67 (para uma porta de carregamento em qualquer modelo) a US$ 227 (para uma tela Tab S7+).

Os kits incluem uma etiqueta de devolução gratuita para ajudá-lo a enviar as peças quebradas para a Samsung para reciclagem. O programa de auto-reparo está limitado aos EUA no momento, mas as empresas esperam oferecer suporte a mais países, dispositivos e reparos de peças ao longo do tempo.

O lançamento da Samsung ocorre alguns meses após o lançamento de um lançamento similar da Apple . Embora a detentora do iPhone ainda não ofereça kits de auto-reparo além dos smartphones, ela abrange uma gama mais ampla de componentes (como câmeras e bandejas de SIM) e é mais específica (você pode até encomendar os parafusos sozinhos). No entanto, a Samsung também não exige que você alugue ou compre um kit de ferramentas separado e não exige um telefonema para concluir o processo de reparo.

A medida não é necessariamente um gesto altruísta. Samsung, Apple e outros estão enfrentando pressão de autoridades federais e estaduais que estão implementando ou propondo o direito de reparar aparelhos. Nesse cenário, os fornecedores podem não ter muita escolha a não dar condições para que os usuários consertem os próprios dispositivos.

Ainda assim, este pode ser um movimento importante. Se o consumidor estiver razoavelmente confortável com chaves de fenda e espátulas, isso oferece uma maneira de prolongar a vida útil de um dispositivo Samsung sem se preocupar com tempos de resposta ou custos de reparo fora da garantia potencialmente caros. Isso, por sua vez, pode reduzir o lixo eletrônico.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos