Mercado abrirá em 2 h 21 min
  • BOVESPA

    100.774,57
    -1.140,88 (-1,12%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.007,16
    +308,44 (+0,62%)
     
  • PETROLEO CRU

    66,89
    +1,32 (+2,01%)
     
  • OURO

    1.771,60
    -12,70 (-0,71%)
     
  • BTC-USD

    56.794,66
    -300,47 (-0,53%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.446,84
    -22,24 (-1,51%)
     
  • S&P500

    4.513,04
    -53,96 (-1,18%)
     
  • DOW JONES

    34.022,04
    -461,68 (-1,34%)
     
  • FTSE

    7.132,38
    -36,30 (-0,51%)
     
  • HANG SENG

    23.788,93
    +130,01 (+0,55%)
     
  • NIKKEI

    27.753,37
    -182,25 (-0,65%)
     
  • NASDAQ

    15.971,00
    +101,25 (+0,64%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,4085
    -0,0383 (-0,59%)
     

Samsung leva visual da One UI ao Windows 11

·3 min de leitura

Para a Samsung, a One UI 4 representa mais do que uma interface personalizada do Android, mas também é mais uma chance de uniformizar o ecossistema em funcionalidades e visual. Nessa abordagem, uma das novidades mais surpreendentes do novo sistema é a mudança em apps nativos do Windows 11, que em breve serão embarcados em computadores da fabricante sul-coreana.

Desde o princípio, o visual do Windows é projetado exclusivamente pela Microsoft. Sua natureza de “sistema fechado” não garante ao SO tanta versatilidade quanto o Android ou as distribuições Linux, bastante difundidos com alternativas variadas no segmento. Por isso, é praticamente impossível encontrar um computador com o software da MS, mas com características visuais "diferentonas" sem nenhuma gambiarra.

App de configurações também é capaz de gerenciar componentes do próprio computador (Imagem: Reprodução/Samsung)
App de configurações também é capaz de gerenciar componentes do próprio computador (Imagem: Reprodução/Samsung)

Mas isso muda com a Samsung no Windows 11, ao menos em parte. Uma parceria entre as duas companhias garantiu espaço para a gigante sul-coreana implementar a One UI Book 4, uma versão "única" do sistema da MS, recheada de aplicativos nativos com design da One UI.

As diferenças visuais mais evidentes, claro, ficam para os programas do ecossistema da Samsung, isso inclui: Notes, Gallery e Settings. Em uma descrição breve, a interface renovada tem botões maiores, cantos mais arredondados, ícones totalmente diferentes (e mais coloridos), nova fonte e outros ajustes finos pontuais. No geral, o design é bem parecido com o que há nos celulares e tablets da marca.

O Samsung Gallery substitui os aplicativos de fotos do Windows 11, mas com características e funções exclusivas da Samsung (Imagem: Reprodução/Samsung)
O Samsung Gallery substitui os aplicativos de fotos do Windows 11, mas com características e funções exclusivas da Samsung (Imagem: Reprodução/Samsung)

Primeiro, serão os notebooks da companhia que receberão a novidade. Os modelos Galaxy Book Pro 360, Galaxy Book Pro, Galaxy Book Flex2, Galaxy Book e Galaxy Book Odyssey estão na fila da atualização.

É familiar para quem vem do celular

Usuários mais dedicados ao ecossistema da Samsung se sentirão em casa ao sair do tablet para o PC e vice-versa, mas quem é desapegado ao ecossistema pode ter um certo estranhamento com os programas retrabalhados. Na prática, dá para ver essa modificação como uma “interface sobre uma interface”, que pode passar a sensação de falta de uniformidade e, provavelmente, confusão.

Para quem estiver curioso e queira conhecer os aplicativos da Samsung, dá para baixar alguns deles a partir da Microsoft Store — entre na loja e busque por “Samsung” para encontrar alguns deles. O Notes e o Gallery são alguns dos programas já disponíveis para download.

Windows "mais mobile" do que nunca

Hoje, o Windows 11 é mais próximo do mundo mobile do que qualquer outro SO da Microsoft. Além de logo ser capaz de rodar aplicativos mobile de forma nativa, o app Seu Telefone está ainda mais refinado e, em aparelhos da Samsung, ele tem funções bem robustas.

A evolução da parceria com a Samsung, portanto, não é uma surpresa. Ambas cultivam uma relação amistosa regada a recursos exclusivos há anos, então é natural que, com o tempo, as companhias colaborem ainda mais em seus respectivos segmentos.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos