Mercado fechará em 4 h 10 min
  • BOVESPA

    113.303,10
    +20,43 (+0,02%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.460,81
    +355,10 (+0,69%)
     
  • PETROLEO CRU

    75,45
    +1,47 (+1,99%)
     
  • OURO

    1.751,80
    +0,10 (+0,01%)
     
  • BTC-USD

    43.122,30
    -279,52 (-0,64%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.073,37
    -28,15 (-2,56%)
     
  • S&P500

    4.442,74
    -12,74 (-0,29%)
     
  • DOW JONES

    34.922,25
    +124,25 (+0,36%)
     
  • FTSE

    7.063,40
    +11,92 (+0,17%)
     
  • HANG SENG

    24.208,78
    +16,62 (+0,07%)
     
  • NIKKEI

    30.240,06
    -8,75 (-0,03%)
     
  • NASDAQ

    15.158,75
    -160,00 (-1,04%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,2673
    +0,0117 (+0,19%)
     

Samsung investirá mais de 1 trilhão de reais até 2023 para seguir crescendo

·2 minuto de leitura

A Samsung anunciou que está planejando investir alto no futuro, com a aplicação de 206 bilhões de dólares (cerca de 1,1 trilhão de reais em conversão direta) em seus projetos de inteligância artificial, biofarmacêutica, semicondutores e indústria robótica até o final do ano de 2023.

De acordo com a marca, o investimento é suficiente para fazer a companhia se fortalecer em diversos mercados, como o de chips eletrônicos, assim como telecomunicações da próxima geração e robótica.

Uma das áreas que receberá parte dos investimentos é a robótica (Imagem: Divulgação/Samsung)
Uma das áreas que receberá parte dos investimentos é a robótica (Imagem: Divulgação/Samsung)

A Samsung não especificou o quanto será aplicado em cada uma das operações citadas, mas é provável que ela esteja com a intenção de adquirir outras marcas de semicondutores, como a NXP e a MicroChip Tecnologies. Também não foi informado se o valor total já inclui os 17 bilhões de dólares gastos em uma nova fábrica no Texas, Estados Unidos. O investimento total anunciado é 45 bilhões de dólares mais alto do que o informado pela marca para o triênio 2018-2021, ou seja, um aumento de 30%.

A companhia considera o investimento agressivo como uma estratégia de sobrevivência, já que "uma vez perdida a competitividade, é quase impossível voltar", como dito em comunicado emitido pela Samsung. Os valores também foram pensados no contexto de um mundo pós-pandêmico, com o aumento da vacinação e um consequente impulso geral do mercado mundial.

O informação foi divulgada pouco mais de uma semana depois que Lee Jae-yong, herdeiro da marca, saiu da prisão em liberdade condicional e voltou ao ofício de vice-presidente da companhia sul-coreana. Ele foi acusado em 2017 por pagamento de propina, peculato e outros crimes. Segundo o site SamMobile, a volta de Jae-yong é crucial para o progresso das estratégias da Samsung.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos