Mercado fechado
  • BOVESPA

    108.307,54
    +1.639,88 (+1,54%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    52.818,40
    -413,80 (-0,78%)
     
  • PETROLEO CRU

    86,55
    +1,12 (+1,31%)
     
  • OURO

    1.842,60
    +30,20 (+1,67%)
     
  • BTC-USD

    42.022,79
    +391,42 (+0,94%)
     
  • CMC Crypto 200

    998,67
    +3,92 (+0,39%)
     
  • S&P500

    4.578,39
    +1,28 (+0,03%)
     
  • DOW JONES

    35.309,55
    -58,92 (-0,17%)
     
  • FTSE

    7.589,66
    +26,11 (+0,35%)
     
  • HANG SENG

    24.127,85
    +15,07 (+0,06%)
     
  • NIKKEI

    27.467,23
    -790,02 (-2,80%)
     
  • NASDAQ

    15.252,25
    +46,25 (+0,30%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,2052
    -0,1019 (-1,62%)
     

Samsung Exynos 2200 pode ter sido adiado por problemas de produção

·3 min de leitura

Aguardado por marcar a estreia oficial da parceria entre Samsung e AMD, o Exynos 2200, próximo chipset premium da gigante sul-coreana, teria sido adiado diante de problemas no desenvolvimento. As informações são do renomado leaker Ice Universe, que sugere ainda que a produção da plataforma passa por um período conturbado há alguns meses.

Exynos 2200 pode ter sido adiado por problemas de produção

De acordo com Ice Universe, o desenvolvimento da nova plataforma premium estaria em um estágio conturbado desde o ano passado, apresentando performance abaixo das expectativas. Os problemas também estariam afetando o Exynos 1200, chipset focado em smartphones intermediários que também contaria com tecnologia da AMD.

O leaker indica que a solução mais básica estaria originalmente prevista para estrear em novembro, mas que também foi adiada, e aponta para a ocorrência de múltiplas dificuldades na Samsung LSI, a divisão de semicondutores da empresa. Nos últimos dias, Ice Universe foi na contramão dos rumores iniciais relacionados ao Exynos 2200 ao sugerir que o componente não atenderia às expectativas, podendo ser "o pior chipset Android" no mercado considerando as opções top de linha lançadas para 2022.

Um dos problemas apontados seria a frequência da GPU AMD — mesmo atingindo clocks duas vezes maiores que a geração anterior, na casa dos 1.300 MHz, o componente não estaria entregando as frequências planejadas originalmente pela gigante sul-coreana.

Apesar da suposta situação conturbada, os componentes não devem ser abandonados, sendo apenas lançados mais tarde que o esperado, possivelmente em uma janela próxima à suposta estreia da família Galaxy S22, também vazada nesta semana.

Vale destacar que as informações são de certa forma corroboradas pelas ações da própria Samsung, que havia divulgado na semana passada teasers para o lançamento do Exynos 2200. O material indicava que o anúncio ocorreria nesta terça-feira (11), mas foi removido pouco depois de todas as redes sociais da empresa, sem alarde ou explicações.

Chip será primeiro com GPU AMD RDNA 2

O Exynos 2200 já foi confirmado para "equipar o próximo topo de linha da Samsung", e adotar gráficos baseados na microarquitetura RDNA 2, mesma empregada pela AMD nas placas de vídeo Radeon RX 6000, além dos chips equipados no PS5 e Xbox Series X|S.

Com isso, a novidade contaria com os recursos presentes nas outras plataformas, incluindo Ray Tracing acelerado por hardware e Variable Rate Shading (VRS), que reduz detalhes de áreas do cenário para aumentar o desempenho.

O novo Exynos com GPU AMD utilizará a microarquitetura RDNA 2, oferecendo assim recursos presentes no PC e consoles, como Ray Tracing e VRS (Imagem: Samsung)
O novo Exynos com GPU AMD utilizará a microarquitetura RDNA 2, oferecendo assim recursos presentes no PC e consoles, como Ray Tracing e VRS (Imagem: Samsung)

Originalmente, os vazamentos indicavam que o componente seria o mais poderoso entre os chipsets para smartphones em termos de processamento gráfico, chegando a superar o poderoso A15 Bionic da Apple. Com o tempo, a narrativa foi invertida, e agora especula-se que, na verdade, o chip pode ser o pior entre os lançados neste ano.

Caso essa informação se confirme, a Samsung pode ter um 2022 complicado, considerando que, apesar de problemas com CPU, o Snapdragon 8 Gen 1 é extremamente poderoso em processamento gráfico, vencendo o rival da Apple em certos cenários, o que ampliaria ainda mais a vantagem do componente da Qualcomm frente ao Exynos.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos