Mercado abrirá em 1 h 11 min
  • BOVESPA

    128.767,45
    -497,51 (-0,38%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.129,88
    -185,81 (-0,37%)
     
  • PETROLEO CRU

    73,36
    +0,51 (+0,70%)
     
  • OURO

    1.783,50
    +6,10 (+0,34%)
     
  • BTC-USD

    34.016,28
    +2.401,55 (+7,60%)
     
  • CMC Crypto 200

    813,96
    +19,63 (+2,47%)
     
  • S&P500

    4.246,44
    +21,65 (+0,51%)
     
  • DOW JONES

    33.945,58
    +68,61 (+0,20%)
     
  • FTSE

    7.107,79
    +17,78 (+0,25%)
     
  • HANG SENG

    28.817,07
    +507,31 (+1,79%)
     
  • NIKKEI

    28.874,89
    -9,24 (-0,03%)
     
  • NASDAQ

    14.253,75
    -4,50 (-0,03%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,9546
    +0,0348 (+0,59%)
     

Samsung espera vender de 6 a 7 milhões de celulares dobráveis da nova geração

·2 minuto de leitura
Samsung espera vender de 6 a 7 milhões de celulares dobráveis da nova geração
Samsung espera vender de 6 a 7 milhões de celulares dobráveis da nova geração

A Samsung tem planos ambiciosos para sua próxima geração de celulares dobráveis. A multinacional sul-coreana estabeleceu a meta de vender entre 6 a 7 milhões de seus aparelhos dobráveis em 2021, segundo um relatório do site TheElec.

Os celulares dobráveis que entram nessa meta da Samsung são o Galaxy Z Fold 3 e Galaxy Z Flip 3, que devem ser lançados em agosto. O plano é vender de 3,5 a 4 milhões do modelo Flip 3, enquanto a meta para o Fold 3 é de vender de 2,5 a 4 milhões de unidades. Esses números representam mais que o dobro dos celulares dobráveis Flip 5G e Fold 2 vendidos ano passado.

Como aponta o relatório: “A Samsung espera vender de 2,5 a 3 milhões de unidades do Galaxy Z Fold 3, e 3,5 a 4 milhões de unidades do Z Flip 3. Este ano, a Samsung Electronics colocou sua meta de venda para celulares dobráveis em 6 a 7 milhões de unidades, o que é 2,4 a 2,8 a mais que no ano passado, como um resultado do reflexo das expectativas enquanto sua série de celulares dobráveis entra no terceiro ano”.

Ano passado, meta de vendas de celulares dobráveis não foi batida

Em 2020, a Samsung não conseguiu atingir sua meta de vendas de 3 milhões de unidades para seus aparelhos dobráveis, atingindo a marca de apenas 2,5 milhões de unidades. Mas como o 9to5Google apontou, esses números provavelmente refletem os impactos da Covid-19 na economia no geral.

Apesar da meta parecer ousada, as apostas da Samsung para seus celulares dobráveis este ano podem se mostrar acertadas. Segundo um estudo da empresa de consultoria britânica YouGov publicado em abril, 50% dos americanos estavam “muito interessados” ou pelo menos “um pouco interessados” em comprar um celular dobrável quando fosse a hora de trocar seu aparelho. A Samsung até lançou uma campanha no Reino Unido onde os usuários podem testar os modelos dobráveis Galaxy Z Fold 2 5G e Galaxy Z Flip 5G por 60 dias, e devolver se não ficarem satisfeitos.

Imagem: Zana Latif / Pexels

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos