Mercado fechado
  • BOVESPA

    108.941,68
    -160,31 (-0,15%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.599,38
    -908,97 (-1,73%)
     
  • PETROLEO CRU

    84,83
    -0,72 (-0,84%)
     
  • OURO

    1.836,10
    -6,50 (-0,35%)
     
  • BTC-USD

    34.729,48
    -3.686,29 (-9,60%)
     
  • CMC Crypto 200

    870,86
    +628,18 (+258,85%)
     
  • S&P500

    4.397,94
    -84,79 (-1,89%)
     
  • DOW JONES

    34.265,37
    -450,02 (-1,30%)
     
  • FTSE

    7.494,13
    -90,88 (-1,20%)
     
  • HANG SENG

    24.965,55
    +13,20 (+0,05%)
     
  • NIKKEI

    27.522,26
    -250,67 (-0,90%)
     
  • NASDAQ

    14.411,00
    -430,00 (-2,90%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1900
    +0,0599 (+0,98%)
     

Samsung encerra loja de aplicativos do Tizen

·2 min de leitura

A Samsung encerrou oficialmente o suporte total aos celulares equipados com o sistema Tizen. Desde o dia 31 de dezembro de 2021, ninguém mais é capaz de acessar a loja de aplicativos do Tizen nem baixar ou atualizar apps. Isso não deve ser um problema muito grande, afinal a maioria das pessoas já utiliza celulares com Android, mas quem ainda tem aquele aparelho bem antigo pode ser afetado.

Desde junho do ano passado, a Samsung já havia interrompido o acesso de novos usuários à loja de programas do Tizen. Agora, a medida se expande aos demais cadastrados: ao acessar o aplicativo ou site da Tizen Store, um código de erro será exibido na tela.

O Tizen foi um sistema criado 100% pela Samsung para telefones da empresa (Imagem: Reprodução/Samsung)
O Tizen foi um sistema criado 100% pela Samsung para telefones da empresa (Imagem: Reprodução/Samsung)

Segundo a Tizen Help, o serviço foi fechado para os smartphones Samsung Z1, Z2, Z3 e Z4 em todos os países. O último modelo lançado com o Tizen OS foi o Z4, de 2017, com foco em atender o público não familiarizado com o Android e sem muita necessidade de recursos.

Facebook, WhatsApp, Instagram e vários games já haviam interrompido suporte à falecida plataforma nos últimos três ou quatro anos. Até mesmo o ACL, app que permitia rodar aplicações do Android no Tizen, já deixou de funcionar no sistema em 2018.

Adeus definitivo do Tizen em celulares

O Tizen OS já foi abandonado até para os relógios inteligentes: a série Galaxy Watch 4, do ano passado, foi criada sobre a plataforma Wear OS 3, desenvolvida graças a uma parceria entre a gigante coreana e o Google. Por enquanto, apenas modelos de smartTVs usam o antigo sistema operacional da Samsung — porém com uma estrutura diferente que não será afetada por este anúncio.

A Samsung parece empenhada em fortalecer o Android nos telefones, tanto que já começou a distribuir a versão 13 para modelos Galaxy em janeiro de 2022. A One UI 4.0, versão modificada do sistema do Google, foi entregue a aparelhos Galaxy S20 FE, A72, A52 e S10 Lite, além dos topos de linha S21, que haviam recebido em dezembro.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos