Mercado fechado
  • BOVESPA

    106.247,15
    -2.542,18 (-2,34%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.394,03
    -1.070,00 (-2,08%)
     
  • PETROLEO CRU

    109,23
    -0,36 (-0,33%)
     
  • OURO

    1.815,10
    -0,80 (-0,04%)
     
  • BTC-USD

    29.121,36
    -1.399,34 (-4,58%)
     
  • CMC Crypto 200

    650,57
    -20,11 (-3,00%)
     
  • S&P500

    3.923,68
    -165,17 (-4,04%)
     
  • DOW JONES

    31.490,07
    -1.164,52 (-3,57%)
     
  • FTSE

    7.438,09
    -80,26 (-1,07%)
     
  • HANG SENG

    20.644,28
    +41,76 (+0,20%)
     
  • NIKKEI

    26.911,20
    +251,45 (+0,94%)
     
  • NASDAQ

    11.892,50
    -667,75 (-5,32%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,2194
    +0,0090 (+0,17%)
     

Samsung Display pode processar Apple por descumprir obrigações contratuais

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

Joo-Sun Choi, CEO da Samsung Display, teria visitado pessoalmente a sede da Apple na Califórnia após a marca americana revelar ter planos para reduzir a produção de alguns modelos de iPhone. Conforme o The Elec, o executivo sul-coreano se encontrou com representantes da Apple para alertar sobre a desistência das encomendas contratadas.

Durante a conferência sobre os resultados trimestrais da Apple nesta quinta-feira (28), o CEO Tim Cook revelou que a empresa está tendo problemas na cadeia de suprimentos. Segundo as informações, a marca teria a intenção de reduzir o volume da produção do iPhone de 220 milhões para 185 milhões de unidades em 2022.

Do outro lado, a Samsung Display aguardava um pedido de pelo menos 160 milhões de painéis OLED para os celulares da Apple. Por isso, o executivo da Samsung teria feito o possível para convencer Cook a desistir dos cortes na produção e garantir que as obrigações contratuais entre as empresas fossem mantidas intactas.

Joo-Sun Choi, CEO da Samsung Display, teria tentado ter conversar pessoalmente com Tim Cook (Imagem: Divulgação/Display)
Joo-Sun Choi, CEO da Samsung Display, teria tentado ter conversar pessoalmente com Tim Cook (Imagem: Divulgação/Display)

Disputa pelo fornecimento de telas para o iPhone

Segundo as fontes do The Elec, o CEO da Samsung Display teria sugerido que a Apple reduzisse os pedidos de outros fornecedores de telas, especialmente a BOE. Caso isso não ocorra, a empresa coreana entrará na justiça contra a marca americana.

“A Samsung Display alertou através de vários canais que pode processar a Apple pelo uso de uma patente em um produto que contém painel OLED de um concorrente. Com isso, a sul-coreana parece ter a chinesa BOE em mente”, cita o artigo do jornal coreano.

Embora a visita de Joo-Sun Choi à sede da Apple não tenha sido negada pela Samsung, a empresa apenas comentou que não houve um encontro entre os líderes das duas companhias.

Redução da produção do iPhone X fez a Apple pagar uma multa contratual para a Samsung Display(Imagem: Reprodução/9to5Mac)
Redução da produção do iPhone X fez a Apple pagar uma multa contratual para a Samsung Display(Imagem: Reprodução/9to5Mac)

Caso iPhone X

Não há detalhes sobre qual patente da Samsung poderia ser violada pela Apple. Contudo, as duas empresas já tiveram grandes embates nos tribunais por violação de patentes e questões contratuais – algo que a Apple não pretende passar novamente.

Lançado em 2017, o iPhone X não vendeu tão bem quanto o esperado pela fabricante. Por ter reduzido a produção dos dispositivos, a Apple teve que pagar uma compensação de US$ 770 milhões (algo em torno de R$ 3,7 bilhões) à Samsung Display por não cumprir as obrigações contratuais.

Caso não queira ter o mesmo problema, a empresa de Cupertino deverá repensar a estratégia sobre o corte na produção dos novos iPhone.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos