Mercado fechado
  • BOVESPA

    129.441,03
    -635,14 (-0,49%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.286,46
    +400,13 (+0,79%)
     
  • PETROLEO CRU

    70,78
    +0,49 (+0,70%)
     
  • OURO

    1.879,50
    -16,90 (-0,89%)
     
  • BTC-USD

    35.571,39
    -1.865,58 (-4,98%)
     
  • CMC Crypto 200

    924,19
    -17,62 (-1,87%)
     
  • S&P500

    4.247,44
    +8,26 (+0,19%)
     
  • DOW JONES

    34.479,60
    +13,36 (+0,04%)
     
  • FTSE

    7.134,06
    +45,88 (+0,65%)
     
  • HANG SENG

    28.842,13
    +103,25 (+0,36%)
     
  • NIKKEI

    28.948,73
    -9,83 (-0,03%)
     
  • NASDAQ

    13.992,75
    +33,00 (+0,24%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1926
    +0,0391 (+0,64%)
     

Samsung deve reduzir tamanho das telas da série Galaxy S22, diz informante

·2 minuto de leitura

A Samsung lançou os Galaxy S21 há pouco menos de seis meses e os rumores para a próxima geração da família Galaxy S já começaram a aparecer. Uma fonte com bom nível de credibilidade divulgou os possíveis tamanhos de tela de cada modelo, com redução nas polegadas de duas variantes.

De acordo com o perfil Mauri QHD, que tem bom histórico em vazamentos bastante antecipados, o Galaxy S22 vai ter visor de 6,06 polegadas, enquanto o modelo Plus vai ficar com 6,55 polegadas. São telas menores no tamanho diagonal que os 6,2 polegadas e 6,7 polegadas dos Galaxy S21 e S21+, respectivamente. O Ultra deve manter as 6,8 polegadas da geração atual, e seria o único com painel LTPO.

A informação foi passada por uma fonte que Mauri apelidou Hades, e que acertou sete dos oito vazamentos enviados a ele até o momento. Por questão de segurança, o leaker não entra em maiores detalhes, nem mesmo sobre quais assuntos esta fonte acertou e qual foi a informação incorreta enviada por ela.

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

Este é um dos primeiros — senão o primeiro — vazamentos sobre a próxima geração de topos de linha da sul-coreana. Os dispositivos só devem ser anunciados oficialmente em janeiro do ano que vem, se a Samsung repetir a programação de 2021.

Brilho mais alto com menos consumo de energia

A Samsung já utilizou o painel LTPO em ao menos outros dois de seus celulares topo de linha no passado: o Galaxy Note 20 Ultra e o Galaxy S21 Ultra. Trata-se de uma tecnologia que pode consumir até 16% menos energia, segundo a própria companhia, e trata-se de um material orgânico em que elétrons se movimentam mais rapidamente entre as camadas do visor.

“Em outras palavras, painéis OLED podem emitir luz mais forte ao mesmo tempo em que consomem menos energia, o que aumenta a autonomia de bateria”, explicou a Samsung ao site The Verge em janeiro.

É bom notar que esta é uma tecnologia que se alia ao AMOLED Dinâmico da tela dos topo de linha da Samsung. Uma tela possui várias camadas e pode trazer diferentes tipos de tecnologia para se complementarem ou desempenharem funções específicas.

O painel LTPO está presente também no OnePlus 9.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: