Mercado abrirá em 1 h 51 min
  • BOVESPA

    102.224,26
    -3.586,74 (-3,39%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    49.492,52
    -1.132,48 (-2,24%)
     
  • PETROLEO CRU

    71,47
    +3,32 (+4,87%)
     
  • OURO

    1.801,50
    +13,40 (+0,75%)
     
  • BTC-USD

    56.948,69
    +2.633,74 (+4,85%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.423,09
    -32,32 (-2,22%)
     
  • S&P500

    4.594,62
    -106,84 (-2,27%)
     
  • DOW JONES

    34.899,34
    -905,06 (-2,53%)
     
  • FTSE

    7.095,84
    +51,81 (+0,74%)
     
  • HANG SENG

    23.852,24
    -228,28 (-0,95%)
     
  • NIKKEI

    28.283,92
    -467,70 (-1,63%)
     
  • NASDAQ

    16.172,75
    +121,75 (+0,76%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,2887
    -0,0598 (-0,94%)
     

Samsung decreta fim da linha Galaxy Note para dar lugar aos dobráveis

·3 min de leitura

Assim como já era rumorado há vários meses, a Samsung deverá encerrar o desenvolvimento de celulares da linha Galaxy Note, e não lançará novas gerações do modelo. Além disso, a produção dos atuais Galaxy Note 20 e Galaxy Note 20 Ultra será descontinuada, de acordo com o portal coreano ETNews.

Os fãs da série não ficarão na mão, já que o futuro Galaxy S22 Ultra receberá vários atributos que são característicos da linha Note, como o suporte para utilização da caneta S Pen com compartimento próprio para o acessório. Além disso, o novo celular topo de linha da Samsung deverá adotar um design mais quadrado e com cantos mais retos, aspecto que os usuários da linha costumam considerar essencial.

As fábricas da Samsung deverão terminar a produção dos modelos Galaxy Note 20 e Note 20 Ultra até o final deste ano, no máximo. Portanto, os dispositivos não estarão mais disponíveis para compra por meio do site oficial da companhia sul-coreana a partir de algum momento de 2022. Mesmo assim, as unidades que chegarem às mãos dos consumidores deverão receber todas as atualizações de software e segurança que foram prometidas — inclusive o Android 12 com interface OneUI 4.0, que já está disponível para alguns usuários dos modelos, dependendo do mercado.

Para ocupar os lugares disponíveis nas linhas de montagem, a Samsung colocará ainda mais investimentos nos seus modelos dobráveis, que incluem o Galaxy Z Flip 3, Samsung Galaxy Z Fold 3 e seus futuros substitutos. Também com o objetivo de integrar os entusiastas da linha Note, a marca disponibiliza canetas S Pen para telas flexíveis, com adaptações que tornam a ponta mais macia, reduzindo a possibilidade de riscos e outros danos no display.

Fim de uma era

Com fim da produção, Galaxy Note 20 e Note 20 Ultra deverão ser os últimos aparelhos da série (Imagem: Divulgação/Samsung)
Com fim da produção, Galaxy Note 20 e Note 20 Ultra deverão ser os últimos aparelhos da série (Imagem: Divulgação/Samsung)

A Samsung montou uma quantidade superior a 3,2 milhões de dispositivos na linha Galaxy Note em 2021, com mais 9,7 milhões de unidades no ano passado, e 12,7 milhões em 2019. As estratégias da companhia para os próximos anos incluem a reversão dessa produção para um número ainda mais alto de dobráveis, que podem chegar a mais que 13 milhões de unidades por ano — além disso, a marca já anunciou que pretende implementar mais formatos de displays flexíveis, que poderão ser utilizados em itens como celulares, tablets, notebooks, televisões, entre outros.

De qualquer forma, o fim da linha Galaxy Note provavelmente fará com que a Samsung reduza os preços dos aparelhos disponíveis atualmente até que os estoques se esgotem completamente — portanto, os usuários que não se importam em comprar um celular que sairá logo de linha poderão ficar de olho em oportunidades de ofertas.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos