Mercado fechado
  • BOVESPA

    105.069,69
    +603,45 (+0,58%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.597,29
    -330,09 (-0,65%)
     
  • PETROLEO CRU

    66,22
    -0,28 (-0,42%)
     
  • OURO

    1.782,10
    +21,40 (+1,22%)
     
  • BTC-USD

    48.240,75
    -6.789,37 (-12,34%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.367,14
    -74,62 (-5,18%)
     
  • S&P500

    4.538,43
    -38,67 (-0,84%)
     
  • DOW JONES

    34.580,08
    -59,71 (-0,17%)
     
  • FTSE

    7.122,32
    -6,89 (-0,10%)
     
  • HANG SENG

    23.766,69
    -22,24 (-0,09%)
     
  • NIKKEI

    28.029,57
    +276,20 (+1,00%)
     
  • NASDAQ

    15.687,50
    -301,00 (-1,88%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3953
    +0,0151 (+0,24%)
     

Samsung anuncia produção em massa de telas QD-OLED em tamanhos de 34 a 65"

·2 min de leitura

Em entrevista concedida ao portal coreano Edaily Korea, o CEO da Samsung Display Choi Joo-Sun revelou os planos da subsidiária para um futuro próximo. Entre as informações que receberam destaque estão o início da produção em massa de paineis QD-OLED a partir do final de novembro, em pelo menos três dimensões diferentes.

Tecnologia QD-OLED poderá causar revolução no mercado (Imagem: Divulgação/Samsung)
Tecnologia QD-OLED poderá causar revolução no mercado (Imagem: Divulgação/Samsung)

As telas de 55 e 65 polegadas deverão ser utilizadas em novas telveisões da própria Samsung, ou mesmo em futuros produtos da Sony. Já os displays de 34 polegadas serão montados em monitores mais compactos, um tipo de produto que já era rumorado para receber a tecnologia QD-OLED em um futuro próximo, mesmo com algumas divergências entre a Samsung Display e Samsung Eletronics. Porém, agora a linha poderá ser viabilizada por meio das instalações localizadas na cidade de Asan, na Coreia do Sul, com capacidade para a produção superior a 30 mil paineis por mês.

Essa nova linha Q1 ainda deverá trazer a tecnologia MMG (Multi-Model Glass), capaz de aumentar a eficiência por conta da produção de múltiplos painéis com cortes diferentes em uma única placa de moldes. Essa técnica também permite uma utilização mais completa dos materiais necessários, e menores níveis de desperdício — em termos práticos, todos esses fatores resultam em uma quantidade consideravelmente mais alta de telas produzidas.

A Samsung levará sua nova linha de televisões com a tecnologia QD-OLED para a CES 2022, marcada para o início do ano que vem. O evento acontecerá entre os dias 5 e 8 de janeiro em Las Vegas, mas a companhia ainda deverá fazer uma apresentação extra pouco antes da abertura, de acordo com o que já foi divulgado em sites e redes sociais da marca.

O que é QD-OLED

Tecnologia acrescenta uma camada para maior precisão de imagem em diferentes situações (Imagem: Divulgação/Samsung)
Tecnologia acrescenta uma camada para maior precisão de imagem em diferentes situações (Imagem: Divulgação/Samsung)

Os painéis que apresentam tecnologia QD-OLED têm estrutura que combina o OLED tradicional com os Quantum Dots. Nesse tipo de produto, existe uma estrutura traseira emissora de luz azulada, que então passa por mais uma camada composta pelos pontos quânticos propriamente ditos, que possuem iluminações nas cores verde e vermelho.

Com isso, os paineis são capazes de oferecer uma maior qualidade de imagem em diversas situações — é possível obter pretos mais profundos em cenas escuras (assim como o OLED "normal"), mas também mostrar uma precisão de cores mais alta em momentos mais claros (como o LCD) — além disso, por conta das múltiplas camadas, o brilho máximo obtido é mais forte, um ponto onde telas OLED geralmente pecam para evitar o temido burn-in.

A Samsung pretende produzir mais de 2,4 milhões de painéis do tipo até o ano de 2024, e fornecer os componentes para uma grande variedade de empresas.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos