Mercado abrirá em 51 mins
  • BOVESPA

    117.560,83
    +363,01 (+0,31%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    46.326,68
    +480,85 (+1,05%)
     
  • PETROLEO CRU

    89,66
    +1,21 (+1,37%)
     
  • OURO

    1.717,30
    -3,50 (-0,20%)
     
  • BTC-USD

    20.005,37
    -243,11 (-1,20%)
     
  • CMC Crypto 200

    454,94
    -8,18 (-1,77%)
     
  • S&P500

    3.744,52
    -38,76 (-1,02%)
     
  • DOW JONES

    29.926,94
    -346,93 (-1,15%)
     
  • FTSE

    7.010,30
    +13,03 (+0,19%)
     
  • HANG SENG

    17.740,05
    -272,10 (-1,51%)
     
  • NIKKEI

    27.116,11
    -195,19 (-0,71%)
     
  • NASDAQ

    11.502,50
    -39,25 (-0,34%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,1113
    -0,0022 (-0,04%)
     

Samsung anuncia planos para zerar emissão de carbono até 2050

A Samsung revelou na última quinta-feira (15) seu plano de estratégia ambiental para combater as mudanças climáticas. A marca sul-coreana firmou o compromisso de zerar a emissão de carbono até 2050, adotar fontes de energia renováveis nas operações e investir no desenvolvimento de produtos com maior eficiência energética.

Em comunicado, a Samsung informou que as ações para zerar as emissões de carbono terão início nas operações da divisão Device eXperience (DX). O setor responsável por eletrônicos de consumo, como dispositivos móveis, eletrodomésticos e equipamentos médicos, deve cumprir a meta até 2030.

A segunda fase da estratégia ambiental engloba a participação da divisão de Device Solutions (DS), incluindo as áreas de Memória, Sistema LSI e Fundição. Então, a missão geral de reduzir a zero a emissão de carbono deve ser concluída até 2050.

Com base em dados de 2021, ao eliminar as emissões líquidas diretas e indiretas de carbono nas operações, a Samsung reduzirá o equivalente a cerca de 17 milhões de toneladas de dióxido de carbono (CO₂) ao ano.

Em cinco anos, instalações da Samsung fora da Coreia do Sul funcionarão apenas com energia renovável (Imagem: Divulgação/Samsung)
Em cinco anos, instalações da Samsung fora da Coreia do Sul funcionarão apenas com energia renovável (Imagem: Divulgação/Samsung)

Energia renovável e produtos mais limpos

A Samsung também anunciou uma parceria com a RE100, iniciativa global de incentivo ao uso de 100% de energia renovável. Com isso, a empresa pretende adotar fontes de energia renovável para suprir a demanda de energia elétrica em todas as operações em mercados fora da Coreia do Sul nos próximos cinco anos.

Os esforços ambientais da gigante sul-coreana ainda envolvem o aprimoramento da circularidade de recursos em todas as etapas do ciclo de vida do produto. A marca pretende dar maior atenção ao processo de fabricação, acompanhando desde a obtenção da matéria-prima até a reciclagem e o descarte dos eletrônicos.

A empresa também planeja investir em novas tecnologias para reduzir a emissão de gases, principalmente na fabricação de semicondutores. Tal como, a marca pretende desenvolver mais produtos com consumo de energia ultrabaixo e criar um ecossistema sustentável.

Samsung realizará investimento bilionário em ações ambientais (Imagem: Reprodução/Facebook)
Samsung realizará investimento bilionário em ações ambientais (Imagem: Reprodução/Facebook)

Investimento de R$ 11,4 bilhões em iniciativas ambientais

Para promover as iniciativas ambientais até 2030, a Samsung investirá mais de 7 trilhões de wons sul-coreanos (cerca de R$ 11,4 bilhões na atual conversão direta). Esse valor também contribuirá com ações para a redução de gases e poluentes em todos os processos, conservação de água e expansão da coleta de lixo eletrônico.

“A crise climática é um dos maiores desafios do nosso tempo. As consequências da falta de ação são inimagináveis e exigem a contribuição de cada um de nós, incluindo empresas e governos”, diz Jong-Hee Han, vice-presidente e CEO da Samsung Electronics.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: