Mercado fechará em 3 h 27 min

Salmonela | Anvisa determina recolhimento de lote importado do chocolate Kinder

·2 min de leitura

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) determinou, na noite de quarta-feira (20), o recolhimento do chocolate Kinder Schoko-Bons Branco 200g, importado pela empresa Terra Nova Trading, das prateleiras de mercados e lojas de conveniência brasileiras. Medida foi tomada pelo risco de contaminação da bactéria Salmonella typhimurium.

A medida da Anvisa orienta o recolhimento apenas do lote L343R03, produzido na Bélgica. Isso porque, na semana passada, a agência recebeu um alerta internacional sobre o risco de surto de salmonela associado ao consumo do chocolate da marca Kinder, produzido na mesma fábrica do atual lote.

É importante explicar que os outros produtos da Kinder, da empresa Ferrero Brasil, continuam a ser comercializados normalmente. Isso porque os chocolates distribuídos no país foram produzidos em uma outra fábrica da companhia e não foram afetados pelo incidente com a bactéria.

Como identificar o chocolate?

Em nota, a Anvisa ensinou como identificar o produto que está sendo recolhido. “Caso identifique o produto pelo nome (SCHOKO-BONS), o consumidor deve olhar no rótulo qual o nome do fabricante (‘Fabricado por’ ou ‘Produzido por’ Ferrero Argdennes SA – Arlon, Bélgica), além do número do lote, que é composto por letras e números (Lote L343R03)”.

Posicionamento do chocolate Kinder

Em comunicado sobre a decisão, a empresa Ferrero do Brasil explica que não vende o produto Kinder Schoko-Bons Branco 200g nacionalmente. “Reforçamos que não comercializamos este produto no país e que tomamos conhecimento de que empresa terceira, com a qual não mantemos relação comercial, importou Schoko-Bons, o qual faz parte de recall conduzido no exterior”, detalhou.

Neste caso, a empresa Nova Trading atua como uma importadora independente, que compra os produtos fora do país e os traz para o Brasil. “Estamos colaborando com Anvisa sobre este caso. Todos os demais produtos Kinder distribuídos pela Ferrero do Brasil são seguros para consumo e não são afetados por este recolhimento”, completou.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos