Mercado fechado
  • BOVESPA

    110.035,17
    -2.221,19 (-1,98%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    44.592,91
    +282,64 (+0,64%)
     
  • PETROLEO CRU

    61,66
    -1,87 (-2,94%)
     
  • OURO

    1.733,00
    -42,40 (-2,39%)
     
  • BTC-USD

    46.130,21
    +56,27 (+0,12%)
     
  • CMC Crypto 200

    912,88
    -20,25 (-2,17%)
     
  • S&P500

    3.811,15
    -18,19 (-0,48%)
     
  • DOW JONES

    30.932,37
    -469,64 (-1,50%)
     
  • FTSE

    6.483,43
    -168,53 (-2,53%)
     
  • HANG SENG

    28.980,21
    -1.093,96 (-3,64%)
     
  • NIKKEI

    28.966,01
    -1.202,26 (-3,99%)
     
  • NASDAQ

    12.905,75
    +74,00 (+0,58%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,7583
    +0,0194 (+0,29%)
     

Salma Hayek revela choro durante cena de sexo com Antonio Banderas

Rafael Monteiro
·2 minuto de leitura
Antonio Banderas e Salma Hayek em cena de "A Balada do Pistoleiro" (reprodução)
Antonio Banderas e Salma Hayek em cena de "A Balada do Pistoleiro" (reprodução)

"A Balada do Pistoleiro" (1995), de Robert Rodriguez, foi um dos filmes responsáveis por transformar Salma Hayek em uma estrela do cinema. O que o público que viu o longa provavelmente não imagina era que a atriz teve muito medo na hora de filmar as cenas de sexo com o seu parceiro de cena e amigo, Antonio Banderas.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Siga o Yahoo Vida e Estilo no Google News

“Quando fomos começar a gravar eu comecei a chorar… ‘Eu não sei se consigo fazer. Estou com medo’”, revelou a atriz em entrevista ao podcast ‘Armchair Expert’, como noticiou o Daily Mail. “Uma das coisas que me deu medo foi o Antonio - ele foi um absoluto cavalheiro e muito gentil, ainda somos amigos próximos - mas ele era muito livre. Aquilo me assustou, para ele não era nada demais", continuou ela.

Leia também:

"Comecei a chorar e ele (Banderas) disse, ‘Meu Deus. Você está me fazendo me sentir terrível”. E eu fiquei muito constrangida por estar chorando", complementou Hayek, hoje aos 54 anos. Segundo a atriz, ela não havia sido informada das cenas de nudez - apesar disso, ela elogiou o comportamento do ator e de Rodriguez.

“Eu não queria soltar a minha toalha. Eles tentavam me fazer rir. Eu tirava por dois segundos e depois voltava a chorar. Mas nós conseguimos. Fizemos o melhor com o que era possível na época”, comentou Hayek. A atriz afirma que sofreu ao pensar no machismo - afinal, como a sua família iria encarar aquela cena nos cinemas?

“Quando você não é você, é possível fazer. Mas eu ficava pensando no meu pai e no meu irmão. ‘Será que eles vão assistir? Será que vão fazer piadas com eles? Isso não acontece com homens. O meu pai diria, ‘Isso aí! É o meu filho!’”", criticou Hayek.

Ouça o Pod Assistir, podcast de filmes e séries do Yahoo:

Assine agora a newsletter Yahoo em 3 Minutos

Siga o Yahoo Vida e Estilo no Instagram, Facebook, Twitter e YouTube