Mercado fechado
  • BOVESPA

    121.800,79
    -3.874,54 (-3,08%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.868,32
    -766,28 (-1,48%)
     
  • PETROLEO CRU

    73,81
    +0,19 (+0,26%)
     
  • OURO

    1.816,90
    -18,90 (-1,03%)
     
  • BTC-USD

    41.753,45
    +82,19 (+0,20%)
     
  • CMC Crypto 200

    955,03
    +5,13 (+0,54%)
     
  • S&P500

    4.395,26
    -23,89 (-0,54%)
     
  • DOW JONES

    34.935,47
    -149,06 (-0,42%)
     
  • FTSE

    7.032,30
    -46,12 (-0,65%)
     
  • HANG SENG

    25.961,03
    -354,29 (-1,35%)
     
  • NIKKEI

    27.283,59
    -498,83 (-1,80%)
     
  • NASDAQ

    14.966,50
    -71,25 (-0,47%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1880
    +0,1475 (+2,44%)
     

Salesforce finaliza a aquisição da plataforma corporativa Slack

·1 minuto de leitura

A especialista em soluções para gestão de vendas Salesforce concluiu a aquisição da plataforma de comunicação empresarial Slack Technologies. O objetivo é criar um ponto de encontro digital para empresas, já que a pandemia mostrou que é preciso ter uma maneira eletrônica de se conectar com funcionários, clientes e parceiros.

Marc Benioff, Chairman e CEO da Salesforce, diz que o objetivo da união é estabelecer o futuro do software corporativo. “Vamos permitir que todas as organizações entreguem o sucesso do cliente e dos colaboradores a partir de qualquer lugar", diz. Em dezembro de 2020, o valor da negociação foi confirmado pela Salesforce em US$ 27,7 bilhões (quase R$ 144 bilhões na cotação atual).

As empresas têm comunidades bastante dinâmicas. Na IBM, por exemplo, 380 mil funcionários trabalham juntos no Slack e operam fluxos de trabalho no Salesforce Sales Cloud e no Service Cloud. "Ao se unirem, Salesforce e Slack nos ajudarão a ficar mais conectados, mais produtivos e mais inovadores", avalia Arvind Krishna, presidente e CEO da IBM.

Imagem: Reprodução/Unsplash/Stephen Phillips
Imagem: Reprodução/Unsplash/Stephen Phillips

A Slack continuará a operar a mesma marca e a ser liderada por Stewart Butterfield, seu CEO e cofundador. "Temos uma oportunidade única para repensar e reformular como e onde trabalhamos", pondera Butterfield. "Aprendemos no ano passado que o local de trabalho não voltará a ser como era", afirma Bret Taylor, presidente e COO da Salesforce. "Juntos, daremos às empresas uma plataforma única para conectar funcionários, clientes e parceiros entre si e com os aplicativos que usam diariamente", finaliza.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos