Mercado fechado
  • BOVESPA

    122.038,11
    +2.117,50 (+1,77%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    49.249,02
    +314,11 (+0,64%)
     
  • PETROLEO CRU

    64,82
    +0,11 (+0,17%)
     
  • OURO

    1.832,00
    +16,30 (+0,90%)
     
  • BTC-USD

    57.945,08
    -912,24 (-1,55%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.480,07
    +44,28 (+3,08%)
     
  • S&P500

    4.232,60
    +30,98 (+0,74%)
     
  • DOW JONES

    34.777,76
    +229,23 (+0,66%)
     
  • FTSE

    7.129,71
    +53,54 (+0,76%)
     
  • HANG SENG

    28.610,65
    -26,81 (-0,09%)
     
  • NIKKEI

    29.357,82
    +26,45 (+0,09%)
     
  • NASDAQ

    13.715,50
    +117,75 (+0,87%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3651
    -0,0015 (-0,02%)
     

Saldo da Bolsa volta a ficar positivo com entrada de estrangeiros

ISABELA BOLZANI
·1 minuto de leitura
***ARQUIVO***SÃO PAULO: Movimentação de pessoas pela Bolsa de Valores de São Paulo. (Foto: Alessandro Shinoda/Folhapress)
***ARQUIVO***SÃO PAULO: Movimentação de pessoas pela Bolsa de Valores de São Paulo. (Foto: Alessandro Shinoda/Folhapress)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O saldo da Bolsa de Valores brasileira voltou ao patamar positivo no início de abril com a entrada de estrangeiros, informou a B3 nesta segunda-feira (12).

Os estrangeiros ingressaram com R$ 183,5 milhões, segundo a última contagem da B3 até 8 de abril.

No acumulado do mês até o dia 8, a entrada de capital internacional está superavitária em R$ 135,9 milhões —resultado de R$ 69,7 bilhões em compras e R$ 69,6 bilhões em vendas.

Em março, o volume de capital estrangeiro na Bolsa tinha encerrado o mês com déficit de R$ 3,3 bilhões.

Já os investidores pessoa física retiraram cerca de R$ 200 milhões da Bolsa em 8 de abril. No acumulado do mês, o saldo segue positivo, mas reduziu para R$ 79,8 milhões —ante R$ 279,6 milhões na contagem anterior.

O resultado veio de R$ 32,5 bilhões em compras e 32,4 bilhões em vendas.

Já os investidores institucionais, apesar de terem ingressado com R$ 36 milhões naquele dia, ainda têm saldo negativo em R$ 349,6 milhões —resultado de R$ 31,5 bilhões em compras e R$ 31,9 bilhões em vendas.

Empresas públicas e privadas marcam saldo superavitário em R$ 255,4 milhões no acumulado do mês até 8 de abril —resultado de R$ 1,7 bilhão em compras e R$ 1,4 bilhão em vendas. No dia, a categoria retirou R$ 91,9 milhões da Bolsa brasileira.