Mercado fechado

Salário em bitcoin é liberado pelo governo da Nova Zelândia

Foto: Getty

Pagamentos de salário em criptomoedas estão virando realidade mundo afora. Nesta semana, a Nova Zelândia aprovou uma resolução que permite que empresas remunerem funcionários com bitcoin.

SIGA O YAHOO FINANÇAS NO INSTAGRAM

O governo neozelandês também aceita outras moedas digitais como salário, mas tem uma lista restrita de condições e formatos que podem ser utilizados. Os trabalhadores ainda não podem receber integralmente em criptomoedas, porém.

Leia também

Apenas 50% do salário de um empregado pode ser pago em bitcoin. Empresa e funcionário precisam assinar um acordo que confirme o interesse de ambos os lados no uso de criptomoedas.

Além de bitcoin, outras moedas aceitas pela nova regulamentação incluem bitcoin cash, bitcoin gold, ether e litecoin. Criptomoedas que não podem ser utilizadas incluem filecoin, dentacoin e crypto20.

O valor do salário precisa ser atrelado a uma moeda tradicional, como o dólar neozelandês, por exemplo. A nova regra passa a valer em 1 de setembro.