Mercado fechado
  • BOVESPA

    117.380,49
    -948,50 (-0,80%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    44.683,55
    -126,66 (-0,28%)
     
  • PETROLEO CRU

    51,98
    -1,15 (-2,16%)
     
  • OURO

    1.855,50
    -10,40 (-0,56%)
     
  • BTC-USD

    32.033,63
    -625,05 (-1,91%)
     
  • CMC Crypto 200

    651,44
    +41,45 (+6,79%)
     
  • S&P500

    3.841,47
    -11,60 (-0,30%)
     
  • DOW JONES

    30.996,98
    -179,03 (-0,57%)
     
  • FTSE

    6.695,07
    -20,35 (-0,30%)
     
  • HANG SENG

    29.447,85
    -479,91 (-1,60%)
     
  • NIKKEI

    28.631,45
    -125,41 (-0,44%)
     
  • NASDAQ

    13.355,25
    -40,25 (-0,30%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,6542
    +0,1458 (+2,24%)
     

Salário do chefão da Apple subiu para R$ 79 milhões em 2020

Marcus Couto
·1 minuto de leitura
Tim Cook. (Foto: AP Photo/Vasha Hunt)
Tim Cook. (Foto: AP Photo/Vasha Hunt)

Tim Cook, o executivo-chefe da Apple, é um dos líderes empresariais mais bem pagos do mundo, tudo por conta do seu desempenho excepcional no comando da empresa fabricante do iPhone, que desde a morte do fundador Steve Jobs, em 2011, esteve sob sua liderança.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Siga o Yahoo Finanças no Google News

Sob o regime de Cook, a Apple ampliou seus lucros, e chegou a ser avaliada em mais de US$ 2 trilhões, um feito inédito para uma companhia dos Estados Unidos.

Leia também:

E no ano passado não foi diferente, ano em que a empresa continuou expandindo sua linha de produtos, apresentando novidades para os consumidores famintos por inovações tecnológicas.

Tudo isso resultou em boas notícias para o bolso do executivo: um aumento considerável em seu pagamento anual, de quase 30% em relação a 2019.

Em 2020, Tim Cook faturou mais de R$ 79 milhões em salário e recompensas por performance.

Para se ter uma ideia, esse valor é 256 vezes superior ao pagamento do salário médio de um funcionário da Apple.

Assine agora a newsletter Yahoo em 3 Minutos

Siga o Yahoo Finanças no Instagram, Facebook, Twitter e YouTube