Mercado fechará em 5 h 31 min
  • BOVESPA

    113.863,72
    -313,83 (-0,27%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    55.164,01
    +292,65 (+0,53%)
     
  • PETROLEO CRU

    81,95
    +0,94 (+1,16%)
     
  • OURO

    1.930,20
    +0,20 (+0,01%)
     
  • BTC-USD

    22.928,50
    -145,61 (-0,63%)
     
  • CMC Crypto 200

    519,35
    -7,83 (-1,49%)
     
  • S&P500

    4.060,43
    +44,21 (+1,10%)
     
  • DOW JONES

    33.949,41
    +205,57 (+0,61%)
     
  • FTSE

    7.760,46
    -0,65 (-0,01%)
     
  • HANG SENG

    22.688,90
    +122,12 (+0,54%)
     
  • NIKKEI

    27.382,56
    +19,81 (+0,07%)
     
  • NASDAQ

    12.044,00
    -62,75 (-0,52%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,5144
    -0,0053 (-0,10%)
     

Saiba quem é o bilionário francês que tomou o lugar de Musk como mais rico do mundo

Bernard Arnault, diretor-executivo da LVMH pode desbancar Elon Musk como homem mais rico do mundo (GUILLAUME SOUVANT/AFP via Getty Images)
Bernard Arnault, diretor-executivo da LVMH pode desbancar Elon Musk como homem mais rico do mundo (GUILLAUME SOUVANT/AFP via Getty Images)
  • Empresário atua no ramo de artigos de luxo, sendo diretor-executivo da LVMH;

  • Bernard Arnault iniciou sua vida empresarial no setor na Christian Dior;

  • Arnault é o único no top 10 da Forbes a não integrar o ramo de tecnologia, finanças ou indústria pesada.

Por um breve momento, Bernard Arnault ocupou a posição de homem mais rico do mundo, desbancando Elon Musk na lista em tempo real da Forbes. Mais volátil, essa categoria tenta realizar um acompanhamento mais próximo do dia a dia das maiores fortunas do mundo. Ao final do dia, por exemplo, Musk já havia recuperado seu lugar na primeira posição.

Em sua maioria, o top 10 da Forbes é composto por homens que compõem o setor de tecnologia digital, como Elon Musk, Bill Gates, Larry Ellison, Jeff Bezos, Larry Page e Sergey Brin, fazendo de Arnault um ponto fora da curva para este ranking, ainda mais considerando o fato de que ocupa a segunda posição. Além dele, ainda estão presentes Gautam Adani e Mukesh Ambani, indianos do setor industrial e Warren Buffett, o maior investidor do mercado financeiro do mundo.

Ao contrário de todos esses, Bernard Arnault atua como diretor-executivo da LVMH (Louis Vuitton Moët Hennessy), um grande conglomerado que possui dezenas marcas de luxo, como a Louis Vuitton, Givenchy, Tiffany’s, Sephora, Dior, Bulgari, Marc Jacobs e Moët & Chandon.

Nascido em 1949 em Roubaix, na França, Arnault é filho de grandes industrialistas da região, e desde cedo demonstrou interesse pelos negócios. Como nasceu em uma família rica, o jovem Arnault recebeu uma ótima educação passando pelo liceu de Roubaix e o liceu de Faidherbe em Lille, integrando depois a École Polytechnique onde concluiu o curso de engenharia em 1971.

Aos 22 iniciou sua trajetória na Ferret-Savinel, empresa de manufaturas de sua família, onde ficou até 1984, quando optou por sair e empreender na holding Financière Agache. Nela, Bernard fortaleceu a marca Christian Dior, hoje uma das grandes potências de seu conglomerado.

Graças a seu trabalho, o empresário conseguiu se tornar um dos acionistas do grupo LVMH e, em 1990, começou a adquirir outras marcas de luxo à holding, criando o gigante conglomerado que temos hoje.

Além do faro para os negócios, Bernard Arnault também pratica filantropia e apoia o meio ambiente através da Fondation Louis Vuitton, criada em 2014. Durante a pandemia ele transformou suas fábricas de perfume em linhas de produção para álcool-gel, doados aos hospitais de Paris.