Mercado abrirá em 8 h 56 min

Saiba por que você deve embrulhar sua chave do carro com papel alumínio

(Pixabay)

Pode parecer estranho, mas o uso de papel alumínio é recomendado por dezenas de especialistas. Os avanços da tecnologia podem facilitar o trabalho e deixar algumas atividades seguras, mas também pode colocar você (e o seu carro) em risco.

Entenda

Chaves automáticas de carros funcionam enviando sinais ao sistema que trava e destrava as portas. O problema é que esses sinais podem ser interceptados por criminosos que, ao comprar chaves “virgens”, copiam o sinal e falsificam a chave original, aumentando as chances de roubos.

“Apesar de não ter números, posso dizer que esses incidentes acontecem cada vez mais, porque os dispositivos necessários para cometer esses ataques podem ser facilmente adquiridos na internet e há até tutoriais no YouTube sobre como fazê-lo. A  indústria automotiva está totalmente ciente desses problemas e buscando maneiras de impedir que terceiros consigam replicar a comunicação entre uma chave e um veículo”, explica Moshe Shlisel, CEO da empresa de segurança GuardKnox Cyber Technologies, à BBC.

(Reprodução/BBC)

Como se proteger?

A maneira mais barata e eficaz para se manter seguro é embrulhar as chaves em um papel alumínio. O material pode isolar os sinais e impedir que eles sejam interceptados. Outra sugestão é utilizar uma bolsa de Faraday, que também funciona como um escudo. “Estamos falando de uma forma de comunicação por ondas eletromagnéticas, como rádio ou televisão. Pense em uma música que é constantemente usada em uma rádio e uma fechadura que se abre ao ouvir essa música. Se eu conheço a música, posso abrir a fechadura”, detalha Shlisel.

Outros perigos

Não é só a chave do seu carro que corre riscos de “roubo” de sinais: cartões de crédito e até sensores de portas de residências podem ser interceptados da mesma maneira e deixar o dono despreparado. Enquanto não há soluções das próprias fabricantes, a dica é adotar soluções “isolantes, como o alumínio”.