Mercado abrirá em 9 h 36 min
  • BOVESPA

    110.611,58
    -4.590,65 (-3,98%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    47.075,41
    +732,87 (+1,58%)
     
  • PETROLEO CRU

    65,43
    +0,38 (+0,58%)
     
  • OURO

    1.686,20
    +8,20 (+0,49%)
     
  • BTC-USD

    53.677,25
    +2.342,37 (+4,56%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.085,90
    +61,70 (+6,02%)
     
  • S&P500

    3.821,35
    -20,59 (-0,54%)
     
  • DOW JONES

    31.802,44
    +306,14 (+0,97%)
     
  • FTSE

    6.719,13
    +88,61 (+1,34%)
     
  • HANG SENG

    28.908,78
    +367,95 (+1,29%)
     
  • NIKKEI

    28.800,81
    +57,56 (+0,20%)
     
  • NASDAQ

    12.440,00
    +142,75 (+1,16%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,9598
    0,0000 (0,00%)
     

Saiba o que é o Brop, projeto da prefeitura do Rio para mudar o rumo do crescimento da cidade

Chico Otavio
·1 minuto de leitura
Foto: André Teixeira em 18-8-2008 / Agência O GLOBO

A urbanização descontrolada do Rio vai ocupar um lugar central nas relações entre Prefeitura e Câmara Municipal. O secretário de Planejamento Urbano, Washington Fajardo, anunciou que a Prefeitura pretende enviar até o fim de abril ao Legislativo carioca o novo Plano Diretor da cidade com um projeto de lei sobre o uso e a ocupação do solo urbano. O objetivo, segundo ele, é reverter o eixo de expansão urbana, redirecionando-o da Zona Oeste para bairros hoje esvaziados da Zona Norte.

O projeto é chamado por Fajardo, de “Brop”, referência às iniciais dos bairros de Bonsucesso, Ramos, Olaria e Penha, foco do plano e onde já existem equipamentos urbanos consolidados. O secretário, que pretende consolidar as leis de licenciamento vigentes no Rio, reconhece que o planejamento urbano do Rio “é muito bagunçado”:

— O Rio tem um padrão de desenvolvimento urbanístico esquizofrênico. São ilhas de edificações espalhadas pela cidade que jamais viraram um continente — disse.