Mercado abrirá em 9 h 3 min
  • BOVESPA

    117.560,83
    +362,83 (+0,31%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    46.326,68
    +480,88 (+1,05%)
     
  • PETROLEO CRU

    88,40
    -0,05 (-0,06%)
     
  • OURO

    1.718,30
    -2,50 (-0,15%)
     
  • BTC-USD

    19.996,29
    -343,81 (-1,69%)
     
  • CMC Crypto 200

    454,95
    -8,17 (-1,76%)
     
  • S&P500

    3.744,52
    -38,76 (-1,02%)
     
  • DOW JONES

    29.926,94
    -346,93 (-1,15%)
     
  • FTSE

    6.997,27
    -55,35 (-0,78%)
     
  • HANG SENG

    17.814,73
    -197,42 (-1,10%)
     
  • NIKKEI

    27.092,94
    -218,36 (-0,80%)
     
  • NASDAQ

    11.528,00
    -13,75 (-0,12%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,1025
    -0,0110 (-0,22%)
     

Dia do Cliente: Saiba como se proteger de fraudes e golpes

No primeiro semestre deste ano foram mais de 5 milhões de tentativas de crimes virtuais (Getty Image)
No primeiro semestre deste ano foram mais de 5 milhões de tentativas de crimes virtuais (Getty Image)
  • Dia do Cliente: Brasil registra mais de mil tentativas de fraudes financeiras digitais por hora

  • No Dia do Cliente, os consumidores devem estar atentos na hora de comprar produtos

  • É necessário ter cautela e avaliar cada anúncio para não cair em golpes

Hoje é o Dia do Cliente (15). Enquanto as lojas e comércios focam em promoções para atrair mais vendas, os consumidores precisam estar atentos na hora de realizar operações para não cair em ciladas.

De acordo com a cibersegurança PSafe, o Brasil registra mais de mil tentativas de fraudes financeiras digitais por hora. Apenas do no primeiro semestre, foram mais de 5 milhões de tentativas de crimes. Isso é quase o dobro do que o registrado no ano passado.

Para se proteger na hora de aproveitar as promoções, é necessário ter cautela e avaliar cada anúncio ou mensagem que chega nas telas dos computadores e celulares.

Suspeite de promoções muito chamativas

Nenhuma empresa concede brindes e benefícios do nada. Se você não se cadastrou em uma promoção ou não compartilhou os seus dados com uma companhia e, mesmo assim, recebeu mensagens dizendo que tinha ganhado alguma coisa, desconfie.

Jamais clique em links suspeitos

Por mais que um SMS ou mensagem de WhatsApp pareçam verídicos, evite clicar em links. Acesse os canais oficiais das empresas e cheque a veracidade das informações recebidas.

Não mande dinheiro para pessoas físicas

Em hipótese alguma envie dinheiro para desconhecidos. Se um anúncio de vendas parece ser de uma loja, mas os dados de pagamento são de uma pessoa física, evite fazer o depósito.

Lojas e estabelecimentos comerciais possuem CPNJ e registro para funcionar. Só realize pagamentos para contas que possuem essas informações.

Desconfie de preços baixos e condições facilitadas

Se um produto estiver muito barato e emitir mensagens de urgência, pode ser que seja enganação. Essa técnica faz com o condutor tenha uma sensação de escassez, impulsionando a venda por impulso pelo medo de ficar sem o produto. É nessa hora que os criminosos se aproveitam.