Mercado fechado
  • BOVESPA

    98.541,95
    -1.079,62 (-1,08%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    47.524,45
    -537,16 (-1,12%)
     
  • PETROLEO CRU

    106,52
    +0,76 (+0,72%)
     
  • OURO

    1.806,00
    -1,30 (-0,07%)
     
  • BTC-USD

    20.340,50
    +348,51 (+1,74%)
     
  • CMC Crypto 200

    435,53
    +4,06 (+0,94%)
     
  • S&P500

    3.785,38
    -33,45 (-0,88%)
     
  • DOW JONES

    30.775,43
    -253,88 (-0,82%)
     
  • FTSE

    7.169,28
    -143,04 (-1,96%)
     
  • HANG SENG

    21.859,79
    -137,10 (-0,62%)
     
  • NIKKEI

    26.294,16
    -98,88 (-0,37%)
     
  • NASDAQ

    11.514,50
    -15,00 (-0,13%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,4973
    -0,0083 (-0,15%)
     

Saiba como evitar o golpe do empréstimo consignado

Golpistas se passam por funcionários do INSS e oferecem o empréstimo consignado com alto valor disponível e taxas reduzidas
Golpistas se passam por funcionários do INSS e oferecem o empréstimo consignado com alto valor disponível e taxas reduzidas (Getty Creative)
  • Digitalização de processos favoreceu aumento de golpes

  • Golpistas se passam por funcionários do INSS e oferecem o empréstimo com alto valor disponível e taxas reduzidas

  • Fraudes bancárias envolvendo correntistas cresceram 165% no primeiro semestre de 2021

Com a pandemia da Covid-19, a digitalização de processos se tornou comum. Com essa modernização, surgiram também alguns tipos de golpes. Um dos mais recentes é o do empréstimo consignado. Os alvos são principalmente idosos e pessoas não tão acostumadas com a tecnologia.

De maneira geral, os golpistas se passam por funcionários do INSS e oferecem o empréstimo com alto valor disponível e taxas reduzidas. Ao mostrar interesse, a vítima então deposita uma quantia para a liberação do valor e fornece dados pessoais e bancários que serão utilizados para os criminosos solicitarem empréstimos e cartões de crédito.

Dados da Febraban apontam que fraudes bancárias envolvendo correntistas cresceram 165% no primeiro semestre de 2021 quando comparado ao mesmo período de 2020.

Para escapar desse tipo de golpe, o INSS e o Governo Federal dão as seguintes dicas e orientações:

  • Observe o remetente das mensagens;

  • Não clique em links de e-mails ou mensagens de WhatsApp de remetentes que você não conhece;

  • Nunca informe seus dados pessoais e bancários em resposta a ligações, e-mails ou links desconhecidos;

  • Nas redes sociais, não compartilhe nada sem checar a procedência e a veracidade das informações;

  • Em caso de fraudes ou em que não reconheça o empréstimo, o segurado deve procurar imediatamente a instituição financeira e registrar também sua reclamação no Portal do Consumidor (consumidor.gov.br), para fins de tratamento e exclusão de descontos;

  • O próprio beneficiário pode solicitar o bloqueio de contratação de operações de crédito consignado por meio do Meu INSS, site ou aplicativo ou pela Central 135, que funciona das 7h às 22h, de segunda a sábado;

  • O atendimento deste serviço será realizado à distância, não sendo necessário o comparecimento presencial nas unidades do INSS;

  • O segurado que se sentir ameaçado pode registrar reclamação na ouvidoria e um Boletim de Ocorrência junto à Polícia.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos