Mercado abrirá em 2 h 52 min
  • BOVESPA

    114.064,36
    +1.782,08 (+1,59%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.464,27
    +125,93 (+0,25%)
     
  • PETROLEO CRU

    73,37
    +0,07 (+0,10%)
     
  • OURO

    1.754,20
    +4,40 (+0,25%)
     
  • BTC-USD

    42.346,82
    -1.756,66 (-3,98%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.046,87
    -62,06 (-5,60%)
     
  • S&P500

    4.448,98
    +53,34 (+1,21%)
     
  • DOW JONES

    34.764,82
    +506,50 (+1,48%)
     
  • FTSE

    7.052,92
    -25,43 (-0,36%)
     
  • HANG SENG

    24.192,16
    -318,82 (-1,30%)
     
  • NIKKEI

    30.248,81
    +609,41 (+2,06%)
     
  • NASDAQ

    15.212,25
    -91,25 (-0,60%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,2218
    -0,0032 (-0,05%)
     

Saiba como escolher um novo notebook em 5 passos

·4 minuto de leitura

Você está chegando ao terceiro mês de quarentena por conta da pandemia de coronavírus e não aguenta mais seu computador, não é mesmo? Para trabalhar ele é lento, para se divertir ele trava… então você resolveu pegar suas reservas e investir em um notebook novo. Mas por onde começar?

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Siga o Yahoo Finanças no Google News

Comprar um notebook pode ser difícil, especialmente se você não souber o que significam todos aqueles termos técnicos, como memória RAM, processador, resolução etc. Hoje nós vamos te dar algumas dicas de como escolher o melhor para o seu perfil.

Veja também

Passo 1: orçamento

A primeira coisa que a gente precisa definir antes de procurar um notebook novo pode parecer óbvia, mas é fundamental: o seu orçamento. É claro que todo mundo quer o melhor notebook possível pelo menor preço possível, mas se você está querendo um notebook ultra rápido por menos de 1.000 reais, pode esquecer.

Passo 2: perfil de uso

Em segundo lugar: para que você quer um notebook novo? É para trabalhar com ferramentas pesadas? É para jogar? É só para navegar nas redes sociais e ver Netflix? Isso faz diferença porque vai definir quais são os ingredientes essenciais do seu novo PC.

Digamos que você quer potência, um PC rápido que aguente programas pesados. O que você tem que prestar atenção nesse caso é no processador, armazenamento e memória. Se é só para passar o tempo, então uma tela de melhor qualidade vale mais do que um processador de última geração.

Passo 3: processador

O processador é o cérebro do notebook, a parte responsável por executar os comandos que você envia para a máquina. A marca mais famosa de processadores é a Intel e a linha de melhor custo-benefício é a linha Core, que vai do i3, i5, i7 até o i9. Quanto maior o número, mais potente e mais caro o processador.

O Intel Core i3 e o Intel Core i5 são ideais para uso básico e intermediário. O Intel Core i7 e o Intel Core i9 são voltados a tarefas de alto desempenho, como softwares de edição de imagem.

Passo 4: memória e armazenamento

A memória RAM é responsável por guardar informações de curto prazo e o armazenamento é o responsável por informações de longo prazo. Ou seja: os programas que você instala, suas fotos, vídeos e jogos ficam salvos no armazenamento (disco rígido ou HD na maioria dos casos). As últimas janelas que você abriu e o que você estava fazendo nelas, isso fica na memória RAM.

Aqui não tem segredo: quanto mais melhor. No caso do armazenamento, se você escolher um SSD em vez de um HD, você terá um computador bem mais rápido, porém vai pagar mais caro e possivelmente terá menos espaço pra salvar seus arquivos.

No caso da memória, hoje em dia, pra executar sites comuns num navegador como o Google Chrome, o mínimo que você precisa ter é 8 gigabytes. Abaixo disso, você talvez tenha problemas para tarefas bem básicas, como checar seu e-mail, no médio prazo.

Passo 5: tela

Por fim, a tela, que é essencial para quem quer ver muito YouTube e Netflix. Existem vários tipos de tela e pequenos detalhes que separam as boas das ruins:

  • LCD: mais comuns e de qualidade razoável na maioria dos casos;

  • LED: começam a ficar mais comuns hoje em dia e conseguem um bom equilíbrio entre qualidade e preço;

  • OLED: as mais modernas, mais brilhantes, as melhores e mais caras do mercado.

Se você optar pelo meio termo, que é o LED, vale a pena checar a resolução, que pode ser HD, Full HD, 4k e por aí vai. O segredo é dar uma olhada no número de pixels por polegada: é só pegar o número total de pixels descrito pelo vendedor e dividir pelo tamanho da tela (em polegadas). Quanto maior esse valor, mais resolução você vai ter.

Pronto!

Existem outros fatores que podem desempatar, como o tamanho da bateria, a versão do sistema operacional, se tem placa de vídeo ou não… A lista é longa, mas completando estes seis passos – preço, perfil, processador, memória e armazenamento e tela –, você já consegue começar sua busca por um novo notebook com mais confiança.

Siga o Yahoo Finanças no Instagram, Facebook, Twitter e YouTube e aproveite para se logar e deixar aqui abaixo o seu comentário.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos