Mercado abrirá em 1 h 35 min
  • BOVESPA

    113.282,67
    -781,33 (-0,68%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.105,71
    -358,59 (-0,70%)
     
  • PETROLEO CRU

    75,01
    +1,03 (+1,39%)
     
  • OURO

    1.748,40
    -3,30 (-0,19%)
     
  • BTC-USD

    43.718,11
    +543,63 (+1,26%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.090,16
    -12,90 (-1,17%)
     
  • S&P500

    4.455,48
    +6,50 (+0,15%)
     
  • DOW JONES

    34.798,00
    +33,20 (+0,10%)
     
  • FTSE

    7.049,62
    -1,86 (-0,03%)
     
  • HANG SENG

    24.208,78
    +16,62 (+0,07%)
     
  • NIKKEI

    30.240,06
    -8,75 (-0,03%)
     
  • NASDAQ

    15.232,25
    -86,50 (-0,56%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,2479
    -0,0077 (-0,12%)
     

Saia do vermelho: 10 dicas para quitar suas dívidas

·1 minuto de leitura
Saia do vermelho: 10 dicas para quitar suas dívidas
Saia do vermelho: 10 dicas para quitar suas dívidas
  • Organize suas despesas;

  • Calcule os gastos;

  • Faça reservas e controle;

Em momentos de crise econômica e desemprego em alta, sem dúvida, poupar e investir é um desafio, entretanto é justamente nessas horas que ter uma reserva financeira de emergência faz a diferença, e garante mais tranquilidade ao trabalhador. Para ajudar você nessa missão, a Agência O Globo reuniu algumas dicas para sair do endividamento mesmo com pouco dinheiro.

A primeira atitude que você precisa tomar é conhecer suas receitas, isto é, a origem de sua renda: de onde vem, quando e quanto ganha. Em seguida, organize suas despesas: crie uma planilha de gastos. Ao fazer isso, saiba qual seu custo de vida e organize os gastos por tipo: moradia, lazer, educação, alimentação etc. A partir daí ficará mais fácil limitar e priorizar seus gastos cotidianos. A quinta dica é fundamental: fuja de compras por impulso e de parcelamentos.

Leia também:

Calcular suas despesas é outra sugestão. No caso de haver dívidas, faça um panorama geral e tente negociar seus débitos. Desse modo, substitua dívidas caras (cheque especial e cartão de crédito) por outras com juros menores (crédito pessoal ou consignado).

Por fim, faça reservas e controle: tenha uma economia de emergência, algo como 3 a 5 vezes o total de gastos mensais. Não se esqueça de definir metas para economizar. A última dica para ajudar na gestão é utilizar aplicativos para controle financeiro, que podem ser baixados no Google Play, como por exemplo, ‘Minhas Economias’ e ‘Guia de Bolso’.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos