Mercado fechado
  • BOVESPA

    129.441,03
    -635,14 (-0,49%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.286,46
    +400,13 (+0,79%)
     
  • PETROLEO CRU

    70,78
    +0,49 (+0,70%)
     
  • OURO

    1.879,50
    -16,90 (-0,89%)
     
  • BTC-USD

    35.662,82
    -1.829,74 (-4,88%)
     
  • CMC Crypto 200

    924,19
    -17,62 (-1,87%)
     
  • S&P500

    4.247,44
    +8,26 (+0,19%)
     
  • DOW JONES

    34.479,60
    +13,36 (+0,04%)
     
  • FTSE

    7.134,06
    +45,88 (+0,65%)
     
  • HANG SENG

    28.842,13
    +103,25 (+0,36%)
     
  • NIKKEI

    28.948,73
    -9,83 (-0,03%)
     
  • NASDAQ

    13.992,75
    +33,00 (+0,24%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1926
    +0,0391 (+0,64%)
     

Safras vê exportação de soja do Brasil em 86 mi t em 2021 e menor processamento

·1 minuto de leitura
Grãos de soja em Rio Verde (GO)

SÃO PAULO (Reuters) - As exportações de soja do Brasil deverão totalizar um recorde de 86 milhões de toneladas em 2021, alta de cerca de 3 milhões de toneladas na comparação com 2020, estimou nesta segunda-feira a consultoria Safras & Mercado.

A previsão também indica um aumento ante projeção divulgada em março, quando a consultoria previa embarques de 83 milhões de toneladas pelo Brasil este ano.

Já o processamento de soja no Brasil deverá ter ligeira queda ante o ano passado, para 46,7 milhões de toneladas, versus 46,85 milhões em 2020.

A produção de farelo e óleo de soja deverá cair 1%, para 35,76 milhões de toneladas e 9,45 milhões de toneladas, respectivamente.

O uso de óleo de soja para biodiesel deve cair 3% para 4,5 milhões de toneladas.

(Por Roberto Samora)