Mercado fechado

Safra de grãos de importante região produtora da Rússia deve recuar 40% em 2020

MOSCOU (Reuters) - A região russa de Stavropol, uma das principais áreas produtoras de grãos do país, pode ver sua safra recuar 40% em 2020 na comparação com o ano anterior, diante do tempo frio e seco, disse a agência de notícias Interfax nesta sexta-feira, citando uma autoridade agrícola regional.

A Rússia, maior exportadora de trigo do mundo, espera atualmente produzir 120 milhões de toneladas de grãos em 2020, levemente abaixo do verificado em 2019, com as produtividades recuando nas regiões ao sul do país, que inclui Stavropol, segundo o Ministério da Agricultura do país.

"De acordo com análises que fizemos, a produção bruta deve cair 40% em relação ao nível do ano passado, infelizmente", afirmou o vice-ministro da Agricultura de Stavropol, Vyacheslav Dridiger, segundo a Interfax.

Isso significa que a safra seria de pouco mais de 4,5 milhões de toneladas, disse ele, acrescentando que a safra de trigo de inverno deve apresentar queda de 42%, para 3,8 milhões de toneladas.

A região de Stavropol plantou 2 milhões de hectares com grãos nesta temporada, mas devido à seca apenas 50% dessa área possui condições satisfatórias, afirmou ele.

O centro de ciência agrícola da região vê a produtividade dos grãos na área em 2,8 toneladas por hectare, versus 3,47 toneladas por hectare em 2019.

(Reportagem de Polina Devitt)