Safra de café será de 48 mi de sacas no ano, diz IBGE

A safra nacional de café em grão em 2013 deve ser de 2,887 milhões de toneladas, o equivalente a 48,1 milhões de sacas de 60 quilos, consideradas as espécies arábica e canephora (conilon), segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). O montante representa uma queda de 5,8% em relação à produção de 2012, mas porque o ano passado foi marcado pelo ciclo de alta na produtividade da espécie arábica.

"A produção do café cai por causa do fenômeno de alternância na produção do arábica. Num ano sobe, no outro cai um pouco. Mas esse fenômeno tem diminuído. A tecnologia tem feito com que essa oscilação seja reduzida de um ano para outro", explicou Mauro Andreazzi, gerente da Coordenação de Agropecuária do IBGE.

Em 2013, a produção de café arábica, aproximadamente 72,0% do total colhido no País, deve cair 9,5% em relação a 2012. O Brasil deverá produzir 2,086 milhões de toneladas do grão, 34,8 milhões de sacas. A área destinada à colheita é de 1.596.429 de hectares, uma alta de 0,5% em relação à área colhida no ano passado. Minas Gerais, maior produtor brasileiro da espécie, terá redução de 9,1% na produção este ano.

No ano passado, a produção de café arábica teve aumento de 17,3% em relação a 2011, totalizando 2,306 milhões de toneladas. Em dezembro, houve revisão na produção estimada no ano, com aumento de 1,5% em relação à estimativa de novembro.

Já o café conilon tem produção estimada em 800.564 toneladas em 2013, o equivalente a 13,3 milhões de sacas, um aumento de 5,8% ante 2012. A área colhida será de 507.524 hectares. O Espírito Santo, maior produtor nacional de conilon, deve produzir 9,3% a mais do que em 2012.

Carregando...