Mercado abrirá em 9 h 35 min
  • BOVESPA

    125.052,78
    -1.094,22 (-0,87%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.268,45
    +27,95 (+0,06%)
     
  • PETROLEO CRU

    71,66
    -0,41 (-0,57%)
     
  • OURO

    1.807,40
    +5,60 (+0,31%)
     
  • BTC-USD

    38.132,73
    +3.847,99 (+11,22%)
     
  • CMC Crypto 200

    910,86
    +117,13 (+14,76%)
     
  • S&P500

    4.411,79
    +44,31 (+1,01%)
     
  • DOW JONES

    35.061,55
    +238,15 (+0,68%)
     
  • FTSE

    7.027,58
    +59,28 (+0,85%)
     
  • HANG SENG

    26.556,51
    -765,47 (-2,80%)
     
  • NIKKEI

    27.931,78
    +383,78 (+1,39%)
     
  • NASDAQ

    15.082,25
    -15,75 (-0,10%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1225
    +0,0009 (+0,01%)
     

Saúde revela que duas pessoas já morreram pela variante Delta no Brasil

·1 minuto de leitura

No último domingo (27), o Ministério da Saúde confirmou que duas pessoas já morreram no Brasil pela variante Delta da COVID-19, que se originou na Índia. O primeiro caso foi um homem de 54 anos, tripulante do navio MVS Shandong ZMI, de Hong Kong, em maio. O homem permaneceu internado por 43 dias na rede privada de saúde da cidade de São Luís, no Maranhão, com os sintomas se iniciando no dia 13 de maio.

Já o segundo caso foi revelado na semana passada, sendo a vítima uma mulher de 42 anos que estava grávida, que veio do Japão ao Brasil. A mulher começou a apresentar os sintomas no dia 15 de abril, poucos dias depois de receber a visita da filha de uma idosa de 71 anos que foi o primeiro caso da variante no estado do Paraná. O bebê nasceu prematuro, mas passa bem.

<em>Imagem: Reprodução/Pete Linforth/Pixabay</em>
Imagem: Reprodução/Pete Linforth/Pixabay

A variante Delta do coronavírus (B.1.671.2) foi identificada pela primeira vez na Índia, sendo classificada como a cepa mais transmissível até então. De acordo com especialistas, o vírus não só é mais contagioso, como também traz sintomas mais graves, como a formação de coágulos sanguíneos e graves distúrbios gástricos, aumentando as chances de o paciente precisar de hospitalização.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos